Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

O Início e o fim de cada um meus dias acontecem, ocorrem, no meu velho carrinho.

 

De manhã, 7:10h, já estou a caminho.

Começo o dia com  energia, confiante que tudo vai correr melhor que ontem e que vou dar conta do recado,  ainda que pouco predisposta a falar antes do meu incontornável café.

Gosto de me levantar cedo, mesmo admitindo que, no inverno, o mundo frio escuro que observo da janela que abro, não  parece nada acolhedor. Apesar de tudo,  gosto mesmo do cheiro das manhãs e da frescura que tudo parece adquirir sob a luminosidade de um dia que começa.

Sinto o mesmo em dias acinzentados e chuvosos: cada dia é mesmo novo e vem cheio de possibilidades...

Até o  meu velho carrinho, cheio de livros, companheiro de km, reflexões e longas viagens na minha vida, cheira a fresco, como que preparado para um novo dia. Gosto de entrar, ligar a TSF, escutar as notíciase ajeitar-me no conforto que os bancos e o volante, já moldados por mim e pelo meu uso, parecem sempre  prontos a proporcionar-me.

Sei que não é bem assim, mas esta familiaridade e este "acolhimento" material, ajudam-me a que, no meu carro, me sinta segura e em casa ;)

No fim do dia, ainda que eu e o carro sejamos os mesmos, estamos mais cansados e cheios de pressas para voltar para casa. É estranho, mas o carro também me parece outro, o espaço que de manhã transbordava de energia, agora acolhe-me menos vibrante e, até a TSF me parece mais lenta, como que  a reduzir a velocidade...

Às vezes faço as viagens acompanhada, partilhando boleias com colegas, como é prática corrente. Mas a maioria das vezes, regresso sozinha.

É nessa altura que coloco os meus CDs e, agradecida pelo silêncio que me proporciona esta jornada solitária, somo e reflicto sobre o que o dia me trouxe.

É um espaço e um tempo só meus, onde posso cantar alto e desafinado, pensar muito e até chorar se precisar.

Às vezes também acontece.

 



publicado por Marta M às 21:58
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20

22
23
24
25
27
28

29
30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO