Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

 

Venho agora do cinema, actividade que adoro e considero um luxo poder usufruir. Passei por uma experiência tão marcante que não resisto a partilhar.

O filme é para além de mágico.

Elogiado pela crítica ( é constatar as 5 estrelas atribuídas pelos nossos críticos mais severos..) e entusiasticamente aclamado em Cannes, UP  encanta quem o visiona.

Da gargalhada às lágrimas, do espanto ao enternecimento profundo que permanece em nós. Tudo se experimenta em pouco mais de 90m, em 3D, numa sala perto de mim e de si (caro amigo/a), também.

O filme é profundo e  faz pensar,  interpela-nos muito para além do desenho animado que,  à primeira vista parece ser. Sim parece, porque UP - Altamente (o título aportuguesado apenas pretende ser apelativo) sendo um  espectáculo apto para todas as idades, é um filme adulto, inspirado e com uma mensagem madura e de renovação espiritual. De esperança em toda a linha.

A ideia fantástica de um idoso, o Sr.Carl Fredricksen, que "levanta" no ar, por meio de balões, a sua velha casa e redefine com esse iniciativa todo o nosso (e seu) conceito de aventura, procurando  cumprir o sonho de uma vida, emociona-nos até às lágrimas. Ao rumar a sul com um hospede indesejado, mas que o desafia em toda a linha, tanta honrar o seu sonho e o da sua falecida mulher, com quem sempre sonhara uma viagem de aventura e exploração ao estilo dos anos 50, à "Cascata do Paraíso" algures  na América do Sul...

O filme tem de tudo, do acompanhamento das cenas em suaves melodias ao piano, às cores e efeitos digitais, à originalidade do tema, tudo concorre para uma elegância narrativa como há algum tempo não se via em desenhos animados - considero que o medo de construir um filme menos "comercial" e apelativo, impede os produtores, inúmeras vezes, de aprofundar certos valores e sentimentos.

Este filme contraria toda esta lógica e vence! Os estúdios da PIXAR e os realizadores do filme, não tiveram medo de ser "sensíveis" até onde consideraram  ajustado à narrativa em causa. Contornaram, com inteligência e mestria, o lado mais apelativo  que costuma infestar todas as fitas feitas em série e conseguem levar-nos à reflexão sem perder o entusiasmo pelo espírito aventureiro que também exploram.

Contrariando o espírito comercial mais óbvio,  o riso ou o choro fácil, este filme mostra, explica e dá tempo para se saborear cada momento.

Aconselho aos amigos  que tirem um tempo para  desfrutar desta experiência enriquecedora e deste luxo visual.

E, notem bem, sem atrasos, que os primeiros 10m são de antologia...

Bom filme!

;)

 



publicado por Marta M às 01:05
Marta
Ainda eu. Só agora estive a ler os comentários ao seu post e não queria deixar de lhe dizer que concordo inteiramente com a sua filha: É uma maravilha lê-la. Senti isso desde o início. Obrigada!
alphonselopes a 31 de Agosto de 2009 às 19:27

Olá!
Pelas criticas feitas tinha uma breve curiosidade em ir ver o filme mas com a tua descrição, fiquei realmente curiosa ; )

Beijinhos, uma boa noite e, Obrigada pela sugestão!

olá!
E ainda acho que não lhe faço justiça...É bem melhor e mais abrangente que a minha descrição.
Não percas!
;)
Marta M a 31 de Agosto de 2009 às 23:15

Olá. Seja bem vindo ;)
Muito obrigada pelas suas palavras.
O filme é, de facto, um espanto.
Ja visitei o seu blog e gostei do movimento simpático e fresco que existe por lá. Jovem, mas com profundidade.

Parabéns
Marta M a 31 de Agosto de 2009 às 23:13

Olá. Seja bem vindo ;)
Muito obrigada pelas suas palavras.
O filme é, de facto, um espanto.
Ja visitei o seu blog e gostei do movimento simpático e fresco que existe por lá. Jovem, mas com profundidade.

Parabéns
Marta M a 31 de Agosto de 2009 às 23:14

Olá novamente!
Tentei responder por duas vezes ao teu comentário e saí sempre fora do lugar.
São os dois últimos desta página.
Desculpa-me e obrigada
;)
Marta M a 31 de Agosto de 2009 às 23:18

Olá!
O comentário não consegue ficar alinhado. Peço desculpas!
Marta M a 1 de Setembro de 2009 às 00:07

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
18
19
20
21

23
24
25
27
29

30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO