Domingo, 13 de Março de 2011

Ouvir, sem ideias pré-concebidas, esta entrevista.

Esta é a proposta.

Fica a sugestão para todos aqueles que, como eu, acreditam que são as "minorias que fazem avançar o mundo" (L.A) e que hão de ser elas que desbravam o caminho para que todos os outros também queiram avançar.

Porque, não o esqueçamos, fazemos todos parte do problema, pois que sejamos então parte da solução.

Se mais não serviram as Manifestações de ontem e estas cantigas de intervenção dos Homens da Luta (brejeiras, concedo), pelo menos colocaram a discussão na rua (e nos média) e desinstalaram muitos que julgavam que já não tinham um contributo a dar.

Pessoalmente, eu que sempre fui uma habitué deste tipo de manifestações cívicas, tive muito orgulho do meu contributo e, nem de longe, o considero inútil ou estéril...

As grandes alterações começam sempre pelo primeiro passo, pelo conhecimento de que  todos nós contamos, e pelo contributo de cada um à sua medida, na certeza de que não podemos ser continuamente ignorados...

Veremos aonde isto nos leva.

”Onde há vontade não falta caminho.”
[J.R.R.Tolkien]

Pessoalmente, acredito que o caminho só pode ser para cima.

 



publicado por Marta M às 16:28
Talvez pelo "boneco", ou porque associei a canção apenas ao festival - não gostei ! Eram desafinados e acabei por não prestar atenção à mensagem ou mesmo procurar outra intenção para além da participação num evento musical....
Acontece que o jovem me tem surpreendido pela positiva. O "boneco" que JEL encarna - pensa, tem ideias e fez e ainda faz, outros pensar.
Não conhecia esta entrevista e não me cansei de o escutar.
Concluo: Não nos diz nada de novo. Apenas o diz com frontalidade e de uma maneira diferente dos "velhos do restelo" que já estamos fartos de escutar.
No seu discurso há esperança e um grito à alegria que muitos de nós tem deixado esquecido ou até pensou ter perdido.
A manifestação mostrou-nos de que somos capazes da mobilização e da união.
Aponta frustrações. Aponta desilusões.
O caminho, esse(?)...
Esperemos que na hora de agir sejamos coerentes.
DyDa/Flordeliz a 14 de Março de 2011 às 23:47

Flor:
Coerência é uma palavra em que acredito e me parece a única capaz de nos resgatar na sequência desta manif .
Os dias quentes desta última semana são o indício de que a ebulição já é demasiada para que não se imponham alterações.
A palavra será devolvida ao povo brevemente.
Veremos o que têm a dizer com ela e as propostas que hão de surgir.
Abraço
Marta M
Marta M a 19 de Março de 2011 às 17:31

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
16
17
18

20
21
22
24
25
26

28
29
30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
blogs SAPO