Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

Entrem e sentem-se por 5 minutos amigos...

Façam uma pausa, deixem lá fora tudo o que o dia trouxe e está sobre os nossos ombros e...Aproveitem.

Permitam-se desfrutar e embalar por este poema musicado e pela perfeição desta técnica que nos faz acreditar que afinal a "perfeição", às vezes, também se atinge no real.

Mostrando ser possível aspirar a fazer melhor e a ir mais longe, mesmo quando se reinterpreta uma peça mil vezes dançada e coreografada...

Um luxo para os sentidos este presente que recebi via mail de um amigo recente.

Um luxo no meio de uma semana em que ocorreram acontecimentos tristes na escola, em que alunos agrediram  e  faltaram ao respeito a vários elementos da comunidade educativa de variadas maneiras e em que o nosso trabalho diário se confrontou com a sua face mais feia...

E em que o nosso trabalho parece menos compensador, e mais difícil e menos inspirado, e foi preciso reciclar a boa vontade com vontade férrea...

Foi um oásis para mim e um ponto de onde consegui retornar com mais facilidade e força ao concreto, por isso o partilho aqui, mesmo que não seja propriamente uma novidade.

 

Desfrutem meus amigos :)

 

 

Nota importante e vital: Hoje é o aniversário da minha filha querida.

24 anos  de beleza e esforço por crescer a direito, num mundo que insiste em nos vergar e nos colocar à prova..

Força filha - ninguém disse que ia ser fácil, mas no fim, vale a pena! :)

Parabéns do coração!

Esta dança mágica é, em primeiro lugar, para ti.



publicado por Marta M às 09:20
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28
29

30
31


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO