Terça-feira, 04 de Agosto de 2009

 

 

Quando se assistem a exemplos negativos, normalmente também a propósito de tudo e de nada, seja de uma notícia de má prática na administração pública ou social, seja pela condenação de um qualquer político, o rol de lugares comuns pela negativa lá vem: “que já sabe, são todos iguais”; “que ainda conheço quem faça pior”; “que fulano e sicrano já me contaram pior”…
Maus exemplos não faltam.
Quem não conhece uma dúzia deles?
Depois o assunto termina com o habitual encolher de ombros- nada a fazer!
É quase sempre assim, nada se produz para além do apontar de maus exemplos. Até à próxima notícia pela negativa…
E o ciclo recomeça...
Sendo certo que coopero e apoio  toda vigilância social e legal que se exerça sobre quem tem responsabilidades públicas ou sobre quem as tem na sociedade, acredito que não basta condenar e perseguir os que prevaricam, é preciso dar visibilidade aos que agem pela positiva, é preciso elogiá-los em público igualmente.
E muitas vezes e por tudo e por nada também.
A não ser assim paralisamos no elencar de maus exemplos e fica tudo na mesma. Não se avança.
Laurinda Alves que leio e admiro como pessoa e cidadã empenhada, diz muitas vezes que "nada se constrói pela negativa"... É possivel discordar?
Recebi este vídeo de uma grande amiga, que mesmo no meio de período muito conturbado, com dificuldades pessoais e físicas, consegue manter intacta a sua humanidade e a sua surpreendente energia vital ao tempo que evidência e partilha com os seus amigos todos os bons exemplos que abundam por aí, mas que poucos reparam ou dão visibilidade. Ela repara  e partilha.
Acredito que tenta "semear", como eu, como tanta gente por este mundo fora, e assim alterar o resultado da "colheita". Que tenta  melhorar este mundo para nós e para os que virão depois de nós a que  precisam herdar bons valores e boas práticas.
Continuo aqui esta partilha e amplio-a na rede.
Há que manter limpa a estrada, deixar o bom caminho  visível, mesmo no meio dos maus exemplos (e por causa deles, principalmente) para que outros continuem a acreditar que os bons modelos também existem e também podem ser copiados
É o caso deste na Estónia que foi capaz de reunir tantos num esforço conjunto e coeso. E num só dia!
Aonde está escrito que não somos capazes de fazer o mesmo?
A mim inspirou-me.
Mais alguém?


publicado por Marta M às 20:31
Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
18
19
20
21

23
24
25
27
29

30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO