Terça-feira, 10 de Novembro de 2009

Fonte Imagem: photos/lamaquinaderetratar/2524132800/">www.flickr.com/photos/lamaquinaderetratar/2524132800/

A memória

 

 

A nossa capacidade para recordar algo resulta de um processo complexo, composto por três diferentes níveis que incluem o registo da informação, a sua armazenagem com diferentes associações que a integram e, por fim, o processo que as preserva para futuras evocações.

Tudo muito bem estudado e testado apesar de se reconhecer que esta é uma área que, muito provavelmente, ainda trará um enorme campo de trabalho à comunidade científica.

Entretanto e porque prevenir ainda é o melhor remédio, cabe-nos com base no que já se conhece, fazer algo pela preservação da nossa.

Como professora de História conheço a importância da preservação de uma boa memória quer pessoalmente, quer como povo ;)

O senso comum e a experiência de vida  já o demonstravam de forma mais que evidente, a memória e a capacidade de reter informação são maiores (e preservam-se mais) em pessoas que se dedicam a exercícios intelectuais frequentemente. A leitura diária ou as novas aquisições proporcionadas pela aprendizagem das regras de um novo jogo, novo passatempo, um diferente  caminho para o mesmo percurso ou a aprendizagem de uma nova língua para além das que já dominamos, concorrem para a formação de novas ligações neuronais e quantas mais tivermos mais podemos "perder" quando a idade começar a fazer os seus incontornáveis estragos...

Tratar da memória exercitando-a como um músculo é conselho de muitos médicos e cientistas de todo o mundo. A insuspeita BBC, na sua página sobre Saúde e Mente (Science & Nature: Human Body and Mind)  propõe-nos um jogo online que permite testar a nossa capacidade de retenção e memória ao mesmo tempo que o jogo é, em si mesmo, uma forma de exercício intelectual.  Aqui: www.bbc.co.uk/science/humanbody/sleep/tmt/

Por isso amigos, para que daqui a alguns anos possamos ainda andar por aqui a ler-nos e a lembrar quem é quem, há que cuidar da nossa querida a memória.

Contem depois aqui qual foi a vossa pontuação.

Sem batota, claro :))

Meu score: Reconhecimento: 90% e Memória temporal: 73%, respectivamente.

Na 6ªf passada, de certeza, como cansaço que tinha os resultados não eram estes! ;)

 

 

 



publicado por Marta M às 22:53
Adoro testes como este e por isso fiz. O meu resultado foi:
reconhecimento 100%
memória temporal: 83%
Obrigada pela dica! : )
cuidandodemim a 11 de Novembro de 2009 às 12:05

Olá!
Apesar do teu cansaço diário, manténs a tua memória em muito bom estado. Belo score !
Espero que estejas de folga e a desfrutar de um fim de semana de descnaso e que te permita recuperar energias para todos os que vão precisando do melhor de ti no teu trabalho.
Já sabes que o admiro imenso, mais pela humanidade com que o exerces!
Bom Domingo ;)
Marta M a 14 de Novembro de 2009 às 15:35

Olá!
A memória é de facto algo que devemos exercitar pois, para além de nos permitir reconhecer pessoas, coisas, cheiros, etc, é a nossa unica ligação ao passado.

Posso-te mostrar os meus resultados? :)
- Reconhecimento - 100%
- Memória temporal - 80%

Obrigada pelo desafio!
Um abraço forte e confortante!
Caminhando... a 11 de Novembro de 2009 às 15:41

Joana:
Belo score também. Até agora, as minhas amigas "bateram-me" todas!
Bom sinal, quando eu ficar taralhouca " vão se lembrar todas de mim e cuidar-me !
Já se sabe que sempre gosto de encontrar lados positivos
Cá espero então!
Bom Fim de Semana
Marta M a 14 de Novembro de 2009 às 15:39

Olá!
Fiques taralhoca (que deverá acontecer daqui a uns bons tempos) ou não, enquanto tiver o gosto de ter a tua companhia irei sempre lembrar-me de ti e mimar-te!

Um beijinho sorridente


Olá!
Fico a contar com isso ;)
Vou até escrever em um papel, caso me esqueça :)
Boa semana para ti amiga!
Marta M a 15 de Novembro de 2009 às 23:28

Marta

Estava aqui a ver se fazia o teste para te contar o resultado e ainda o comecei, mas quero faze-lo com sossego e agora ela não abunda. Não quis deixar, no entanto, de te dar uma palavrinha e dizer-te que achei muito interessante este teu texto. Rete-lo nas nossas mentes será outro bom exercício. Obrigada por nos lembrares que devemos lembrar-nos. Um abraço carinhoso
descobrirafelicidade a 12 de Novembro de 2009 às 19:18

Teresa:
Entendo-te, demasiado bem. Canseira e nem sempre apenas do trabalho, não é?
Faz o teste e depois partilha aqui o score para percebermos quem de nós ficará a cuidar das outras
Quanto à memória é algo que procuro exercitar e preservar, quero ser como a minha avó que só perdeu a maior parte dela depois dos 94... Foi uma inspiração para todos.
Gostaria de poder envelhecer com essa qualidade o mais preservada possível. Espero ter essa sorte.
Abraço e obrigada pela música apaziguante de Pachelbel
Abraço
Marta M a 14 de Novembro de 2009 às 15:52

Marta
Então cá estou eu. Uma desgraça o meu score: Reconhecimento - 87%; temporal - 71%. Vais ter de ser tu a cuidar de mim... Fartei-me de rir com esta.
Vi que temos mais uma coincidência: A minha avó também morreu aos 94 anos, mas felizmente manteve a sua memória até ao fim. Uma inspiração também para mim (só que por este caminhar não chego lá...). Tinha sido professora primária grande parte da sua vida e sabia de História de Portugal como ninguém. Ainda bem que gostaste de ouvir a música. Um abraço sorridente de boa semana

Teresa:
A Joana já se comprometeu a cuidar de mim e, portanto, vou já avisá-la que terá duas para amparar :)
Tanta coincidência já aguça a minha curiosidade de te conhecer pessoalmente. Há de ser breve, prometo!
A tua avó, tal como a minha e hoje o meu pai, sabem coisas sobre a História de Portugal que eu desconheço - confesso com gosto.
O respeito pelo ensino da História (ainda que o conteúdo fosse discutível...) era algo que os actuais governos podiam aprender com os do passado ou com outros países. Enfim.
Boa semana para ti amiga!
Marta M a 15 de Novembro de 2009 às 23:33

Pois o meu score foi 98% e 87%. Ainda estou em forma
Luis C a 13 de Novembro de 2009 às 12:16

Luís:
Já esperava essa pontuação, por duas razões (uma delas vai dar discussão, concedo!):
a) Sempre tiveste capacidade de concentração;
b) És homem!
Obs: Essa característica desobriga-te e alivia-te a mente, algumas vezes, do sentimento primordial que imensas vezes interiorizam as mulheres: "carregar o peso do mundo nas costas"..

Abraço e..cá espero a réplica!
Marta M a 14 de Novembro de 2009 às 15:45

Marta,
Sempre tive uma memória prodigiosa, demasiado selectiva, caorichosa digamos assim, quando necessitei dela deu-me imenso auxilio. Hoje em dia, ainda a tenho, não tão viva como era dantes, mas à minha medida, bem à medida dos meus compromissos, assumidos selectivamente, por forma a nunca me tornar escravo deles nem da falta de tempo que compromissos a mais originam...
Quando necessitava de ser lembrado que determinada tarefa era importante pedia ao meu «EU»: Se te esqueceres, recorda-me a tempo e horas disto assim assim...
Resultou sempre...!
Abraço
Marcolino
Marcolino a 16 de Novembro de 2009 às 18:57

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20

22
23
24
25
27
28

29
30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO