Sábado, 30 de Março de 2013

Amigos:

Este ano tem sido se não o mais, pelo menos um dos mais difíceis da minha vida.

Não porque o meu pai ainda leva tempo a restabelecer-se, ou porque não encontro  uma escola, ou porque a minha coluna me doeu e incomodou durante mais de dois meses, ou porque a economia obriga a exercícios orçamentais como nunca...

Não foi nada disso que me fez recolhar desta forma.

O  que se passa há quase um mês é que a minha filha querida está doente e não é algo fácil de debelar.

Surgiu-lhe do nada, num sábado à noite, uma crise aguda e persistente de Acufenos (zumbidos) no ouvido direito e, desde esse dia, nunca mais desapareceram. Dia e noite.

Confiantes que fosse passageiro, ainda tentámos tratá-los e correr um Otorrino atrás do outro à espera do milagre. Foram 3 dias sem dormir até que, se colocou a hipótese de a internar numa Clínica de sono à procura de descanso e alívio.

Não dá para explicar melhor a experiência traumatizante e as primeiras noites que se que se passaram nesta casa...

Foi o desânimo e a impotência que podem imaginar...

Nada parecia conseguir aliviá-la na primeira semana. Foram momentos  muito duros.

Entre as duas perdemos 3 ou 4kg....

Depois, como sempre acontece, a pessoa certa chegou a nós ou nós chegámos a ela, e iniciámos um abordagem multilateral ao problema (que no fundo é um sintoma, não um doença em si) e entre tratamentos farmacológicos, acupunctura e neuro-psicólogo, o som começou a baixar e a dar alguma trégua. E minha filha conseguiu voltar a dormir à noite.

Estamos assim, correndo por entre dias pesados, com melhoras lentas, mas que nos trazem esperança e luz para continuar a luta.

Há uma razão para tudo, eu sei, e  dentro de nós existe muito mais força do que inicialmente conhecemos.

Por isso, sem desistir, continuaremos a nossa luta e todos os tratamentos prescritos.

Entretanto desejo a todos uma Santa Páscoa com o carinho de sempre.

Eu e a minha filha.



publicado por Marta M às 22:11
Pelo que conheço de relatos é terrível. Cansa, desespera, por não se conseguir eliminar, apagar, baixar o volume que soa sem cessar - dia e noite.

Nada do que diga pode atenuar o sofrimento dela.
Apenas que, lamento que esteja a passar por esta situação. Que a vossa ajuda, paciência e afeto a consigam fazer aceitar esta situação nada fácil de controlar.

Para si, uma montanha de força e paciência.

Para ela que se reverta a situação para poder descansar e viver sem sinos, apitos de forma a ficar em paz.

Abraço

DyDa/Flordeliz a 30 de Março de 2013 às 22:51

Boa noite Flor:
Sim foi e ainda é um pouco de tudo o que descreves...
Existem melhorias lentas e o som está a baixar há dois dias, mas ainda não desapareceu.
Haja fé.
Obrigada
Marta M
Marta M a 4 de Abril de 2013 às 20:21

Amiga, há alturas que a vida nos testa de tal forma que por vezes parece que vamos sucumbir, mas não, eu creio que com a tua força, persistência,e determinação vais conseguir debelar todos os problemas. Costuma dizer-se que Deus não nos dá mais do que aquilo que conseguimos suportar.
Desejo as melhoras da tua filha e para ti que a força que te cacteriza nunca te abandone.

Beijos
Manu
Existe um Olhar a 31 de Março de 2013 às 18:16

Manu:
Foi um dos piores, se não o pior momento da minha vida até hoje..Porque não era eu e nada, nada podia fazer para ajudar.
Senti-me muito mal e com uma impotência muito difícil de processar.
Hoje, alguns dias passados e quando o agudo da situação já começa a ficar para trás, consigo ver como a calma e a serenidade são ainda mais importantes quando mais angustiante é a situação...E para tudo isto a vida nos vai preparando sem darmos conta...
Sim, estive à altura, mas fiquei muito debilitada e..triste.
Os zumbidos ainda não desapareceram, mas estão itermitentes e isso já um ganho. E deu-lhe esperança.
E consegue dormir e relaxar.
Difícil isto, mas há de ser passado um dia.
Sei que sim.
Obrigada pelas boas palavras
Marta M
Marta M a 7 de Abril de 2013 às 17:07

Já me aconteceu o mesmo, consultei o ortorrino em Coimbra e passou. Faço uns exercícios de sopro para desentupir, cada caso é um caso.
Votos de uma excelente Pascoa apesar destes abismos que tentamos escalar.
Bj
batidasfotograficas a 31 de Março de 2013 às 19:22

Boa noite
Agradeço as boas notícias e, principalmente, o testemunho de cura.
Lembra-se quanto tempo levou a passar?
Nós estamos a ser acompanhadas pelo Dr. Diogo Paiva e,como já referi, por uma série de outros profissionais...
Obrigada por se preocupar.
Abraço
Marta M
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:37

Marta a vida por vezes surpreende-nos com acontecimentos menos bons, mas temos que ter forças para conseguir ultrapassar.
O que mais desejo é que a tua filha fique boa, pois para uma mãe não há dor maior que vê-los sofrer.
Coragem
Beijinho
miilay
miilay a 31 de Março de 2013 às 19:29

É Miilay , é muito difícil .
Mais porque é uma situação complicada e que eu nem sequer conhecia..Estamos ai r muito lentamente.A situação é muito irritante e cansativa para ela. Difícil não estar obsessiva , entende?
Tive momentos de muita ansiedade, mas já os vamos ultrapassando. Lentamente, mas vai.
Obrigada pela preocupação.
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:40

Minha amiga, espero sinceramente que se resolva esse problema da tua filha. Ainda bem que pelo que escreves-te já estão no caminho certo. Desejo que a Páscoa tenha sido boa dentro do possível.
Um abraço cheio de força.
Rosinda
Rosinda a 31 de Março de 2013 às 21:02

Rosinda:
Os filhos amiga, os filhos..
Isso de ter o coração a viver fora do peito é muito exigente.
Abraço e obrigada pelo teu cuidado
Vamos indo devagar...
Marta M
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:41

Olá Marta,
Imagino o desespero, a tal impotência de que falas, passo por uma situação díficil também neste momento, com uma prima minha, que adoro como irmã, é daquelas situações em que tentamos tudo, fazemos tudo ao nosso alcance e nada parece dar certo, o rio continua a seguir na direcção errada. Ainda não apareceu a pessoa certa, ou ainda não fomos de encontro a ela. Mas tenho esperança, a mesma que tu carregas com tua filha. A mesma que te aliviou a ti e a ela. Ainda bem. É uma sensação angustiante, que nos desarma, não conseguimos ver aqueles que amamos a sofrer. Sofremos junto. Mas temos que acreditar que vai mudar, que vamos ultrapassar, que o tempo e as pessoas certas vão aparecer e ajudar.
Um beijo enorme para ti e tua filha, desejo melhoras rápidas, muita paz e tranquilidade em vossas vidas.
libel a 1 de Abril de 2013 às 12:17

Sim Libel, sofre junto.
Fiquei num estado de angústia e impotência como nunca...
Tambémo cansaço e o tempo que vai passando muito lentamente estão a ser difíceis de gerir...
A tua prima, imagino que até será mais grave, há-de encontrar a pessoa certa. Não foi fácil e passámos por muitos consultórios antes...Temos que procurar insistir e..confiar.
Um abraço grato por te preocupares.
Felicidades para vós também.
Marta M
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:45

Olá Marta

Realmente há alturas na vida em que parece que tudo o que pode correr mal....

Espero sinceramente que as coisas melhorem e que vida te dê a ti e aos teus algum descanso.. que bem mereces

Jorge
Jorge Soares a 1 de Abril de 2013 às 23:57

Sim Jorge - existem momentos que exigem tudo de nós...mas serem os filhos, pois...
Nem sei muito bem o que te dizer.
Procuro estará altura de gerir a ansiedade dela e ir tentando "desvalorizar" o ruído e mostrar que a vida tem tantas outras coisas...
Pena é ela ser um pouco obsessiva e isso também não tem ajudado. Vamos fazendo caminho, devagar...
Obrigada por te preocupares
Abraço
Marta M
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:48

marta
muito me transtorna saber dessas noticias
que tudo melhore para os
se precisares de mim ainda ando por aqui nem que de vez enquando, procura me
beijinhos marta e que a recuperação seja rapida
luadoceu a 2 de Abril de 2013 às 16:56

Bom saber notícias tuas Lua.
Sim, os tempos não estão fáceis, mas procuro dar o meu melhor e nunca desanimar.
Um abraço grato por te preocupares
Marta M
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:49

Ver os nossos filhos sofrer é o mesmo que ternos uma faca espetada directamente no coração.

Ainda por cima sentir-mo-nos impotentes?
Isso é atroz!

Espero que encontrem as duas o descanso merecido.

Um beijinho ENORME que espero que chegue aí com um cheirinho a primavera
golimix a 2 de Abril de 2013 às 19:50

Emocionou-me o teu comentário.. É-o retrato do que senti.
Por agora as coisas vão melhores e procuro estar à altura, sem me deixar levar pela obsessão e impaciência que a juventude se pode permitir..Eu tenho que cuidar, valorizar o positivo e as alternativas e nunca desanimar.
Há de resolver-se, eu sei.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Emocionou-me o teu comentário.. É-o retrato do que senti. <BR>Por agora as coisas vão melhores e procuro estar à altura, sem me deixar levar pela obsessão e impaciência que a juventude se pode permitir..Eu tenho que cuidar, valorizar o positivo e as alternativas e nunca desanimar. <BR>Há de resolver-se, eu sei. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Obrigadapor</A> te preocupares e pela empatia que já vai sendo habitual <BR>Abraço <BR>Marta M
Marta M a 12 de Abril de 2013 às 21:52

Por vezes queixamo-nos da vida, mas quando os nossos filhos não estão bem...nada mais interessa. Chegamos mesmo a desejar que passe para nós, pois a dor de os ver sofrer e não poder fazer nada é muito mais dolorosa.
Desejo rápidas melhoras e que a vida familiar entre nos "eixos"
Um beijinho
momentosdisparatados a 13 de Abril de 2013 às 19:51

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO