Terça-feira, 09 de Agosto de 2011

Lembrei-me desta história ao escutar hoje numa reunião de condomínio um grupo vizinho criticar fortemente um conhecido elemento da Junta de Freguesia próxima, que tantos e rasgados elogios públicos recebera do mesmo grupo... Não há muito tempo.

Pois… Para esta mudança, bastou-lhes uma falha, uma suspeita por provar.

Não importa aqui encontrar culpas ou confrontar argumentos e razões, apenas constatar, mais uma vez, como os extremos se tocaram com tanta rapidez...

 Ocorreu-me esta história que conto aos meus alunos ao abordar conteúdos relativos à personalidade de Napoleão, e porque ilustra bem a sua lendária sabedoria e capacidade de antecipação. Qualidades que tantas vitórias lhe permitiu alcançar e, no fim, a preservar o seu pescoço, num tempo em que  cabeças de reis e outros rolavam quase a diário. O imperador dos franceses tinha um conhecimento prático da natureza humana e, por isso, conduzia e manipulava tão bem as massas.

Resta-me ainda referir que este episódio escutei-o na faculdade, quem o contou ressalvou não o poder confirmar com base documental, mas que ainda assim, a historieta encaixava no perfil deste general e, portanto, era assim contada há muitos anos.

Assim, parece ser que no regresso a casa de uma batalha vitoriosa, Napoleão é ovacionado por um multidão que clama e grita por ele.

O seu cunhado, deslumbrado, pede-lhe:

- Meu general, vá à varanda, vá usufruir desta vitória e desta saudação sem limites!

   É o herói da França!

Napoleão, prudente e arguto, responde ao tempo que, cansado, se descalça:

 - Deixá-los, bem os conheço, se fosse para me levar para a guilhotina, ainda gritavam mais!

E continua a ter razão, quase três séculos depois. A natureza humana pouco se tem alterado por entre os diferentes séculos e contextos – passamos de heróis a perseguidos, dependendo apenas do impulso, da suspeita ou da manipulação que tomou conta da multidão…

Por isso, entre elogios e críticas, há que manter a calma e não nos tomarmos muito a sério, dar a cada coisa a importância que tem e não embarcar em vaidades, ou ofensas profundas porque, de facto, quase sempre é tudo muito efémero e transitório. E sem memória. 

Mais quando se trata de grupos, ou multidões que, por norma, cedem parte do seu critério individual e…fazem coro.

Dito isto, amigos, o melhor caminho e barómetro continua sempre a ser, como sempre, a consciência de cada um.

Tudo o resto é, como a própria vida, impermanente…



publicado por Marta M às 00:44
Olá minha amiga. Esta é uma das tais que também me levaria a falar até amanhã. As pessoas têm tendência a exagerar e a pautar os outros pelo que elas próprias são e afogadas nas suas frustrações pessoais atiram para a fogueira coisas (por vezes bem graves) sobre a maioria e a pessoa pode ser a melhor do mundo que basta um milímetro de desconfiança ou ter feito algo menos apropriado que pronto foi-se tudo até a reputação. Isto faz-me lembrar uma notícia que ouvi ontem sobre um senhor (não me lembro o nome agora ) que em 2005 "previu" ou seja como é "mestre" nessa matéria, esta crise mundial e na altura afirmou que isto ia dar-se. Pior teve a audácia de declarar que se não houver medida adequada será muito , mas muito pior. Pois na altura foi crucificado chamado de "pai da desgraça" sei lá qualquer coisa do género que já não tenho presente e hoje? É aclamado por todos. Pedem-lhe conselho, dá aulas sobre a matéria entrevistas e foi elevado quase à condição não de rei mas do próprio Deus ... Enfim, as pessoas têm mentes pequeninas (algumas felizmente) e muito pouco que fazer ou não se metiam a adivinhar a denegrir e a lançar o caos porque somo nós que o criamos eu também incluída que não sou santa nem quero, mas tento melhorar aos bocadinhos. Se cada um olhasse para os seus erros e desse um centímetro de folga aos outros isso seria melhor, mas já é crónico. Minha boa amiga Marta obrigada por mais um excelente post . Uma boa semana e um beijinho para si e todos que ama.
Fátima Soares a 9 de Agosto de 2011 às 09:56

Com atraso, cá estou a responder a este seu comentário cheio de conteúdo :)
Sim Fátima, é verdade, como bem refere: " Se cada um olhasse para os seus erros e desse um centímetro de folga aos outros isso seria melhor"
Não diria melhor e percebeu perfeitamente o espírito do que tentei "pensar alto" como sempre.
Às vezes levamo-nos muito a sério e outras demasiado a sério as críticas e elogios e, no fim, tudo é impermanente e datado no tempo...Porque como bem sublinha, todos somos humanos e vamos construindo a vida um pouco todos os dias e..nem todos acertamos :)
Obrigada pela visita amiga :)
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 01:33

olá Marta
É assim que eu levo a minha vida, de acordo com a minha consciência.
Mas acredite que por vezes a minha vida se tornaria mais fácil se a minha consciência ficasse adormecida, em algumas situações
Beijinho.
geriatriaaminhavida a 9 de Agosto de 2011 às 20:57

Amiga.
Não queira viver sem a sua consciência ;)
Nem imagina o bom karma que ela lhe traz...Mesmo que não pareça...
Continua firme a fazer a tua parte e acredita que não vais sozinha - também eu no meu caminho dou o meu melhor..
Um dia percebemos que, fazer a diferença, é bom :)
Abraço
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 01:37

Uma boa ilacção e pensar acerca do assunto e concordo plenamente com tudo o que daqui tiraste
Dos elogios as criticas,vão um passo,nao ha meio termo de quem as faz e diz....e depois a minima s ituaçao e um descalabre total, esquecem se as boas coisas e passam se logo as mas,com rancores,diz que nao disses e outras muito mais...
Ha que ter o controlo e bom senso...mas falta alem disso muita humildade,alguma dignidade e simplicidade.....
Mas....todos erramos, ha que tirar parte da lição e aprender,ou reaprender,basta querermos e nos aceitarmos
Beijinhos Marta(desculpem se disse algo contra o que aqui foi dito,mas acho que nao)
luadoceu a 10 de Agosto de 2011 às 14:14

Sim Lua, é tudo muito frágil,eu sei...
Por isso não vale apena levar a sério algumas palavras que ouvimos....
A vida não fácil amiga, mas com atenção e alguns cuidados vamos conseguindo algumas vitórias :)
Abraço para ti e para a tua menina
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 11:34

Gostei muito de aqui vir. Também eu não confio na natureza humana. Temos o bom e o mau em cada face. E costumo até dizer que o governo é melhor do que o próprio povo, embora aquele seja mesmo mau.
Ah! Coimbra dos meus amores. Saudades de aí viver.
Beijos
henrique doria a 11 de Agosto de 2011 às 12:51

Olá e seja bem vindo a esta tribo :)
Sabe, eu na verdade confio na natureza humana, só não confio é na sua coerência...
E sim, Coimbra é uma bonita cidade que está no coração de muitas pessoas, enquadrando um tempo bonito e promissor das suas vidas. :)
Obrigada pelo comentário e pela visita.
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 19:47

Olá Marta!
Fez-me sorrir com esta sua intervenção porque nasci, cresci, e vivo, numa sociedade do bota-abaixo, sem medo de destruir seja quem fôr, pelo que quer que seja, numa atitude mafiosa a cem por cento, em autentica profissão de fé!
O gozo que lhes dá, depois de saberem, que alguém caíu em desgraça, com direito à má imagem integral, ao tomarem parte activa, presencial, nos coros ululantes, públicos, e privados, é de valor igual, à voracidade irracional de uma neoplasia.
Quem assim destroi, ainda não experimentou, no corpo e na alma, as dores de uma cega destruição sistemática do pleno usufruto do seu bom nome, e de todo um passado útil, a todos aqueles que, em publico, e em privado, hoje ousam destruir de forma animalesca, e primária!
Porquê isto acontece? A resposta, a meu ver, é bem simples e resume-se a uma só palavra: Predadores!
Abraço Amigo
Marcolino
Marcolino a 12 de Agosto de 2011 às 11:58

Sim Marcolino predadores da energia alheia.
Atacando acham estar à defesa e, enquanto estão distraídos nesta vampirização evitam olhar para dentro de si, não é?
Este mundo, este mundo...
Abraço e se vier novamente por aqui, especialmente na última semana de Agosto avise, sim?
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 19:52

Boa tarde Marta!
Na última semana de Agosto estarei de férias pelos Algarves, em casa de velhos amigos da minha juventude, de onde regressarei apenas no final da quinzena de Setembro.
Abraço de muita amizade
Marcolino
Marcolino a 20 de Agosto de 2011 às 13:26

A propósito do que escreveste, ainda há bem pouco tempo se falava na Tv sobre Elizabeth Taylor, quando no espaço de uma semana ela era ovacionada pelo seu excelente trabalho e na semana seguinte não havia jornal ou revista que não a denegrisse por um determinado envolvimento amoroso.
Este caso que relataste passa-se no seio de um pequeno grupo e dá para avaliar a crueldade com que se fazem juízos e se esquece tão facilmente os antecedentes de boa conduta de uma determinada pessoa.
É muito mais fácil dizer mal e deitar abaixo do que perdoar e tentar perceber. Como tu dizes depende da boa formação. assertividade e bom senso de cada um de nós.
Beijinhos
sentaqui a 14 de Agosto de 2011 às 12:36

èomedoamiga, o medo.
Atacar para denegrir e paraque não se repare em nós e nas nossas limitações...
Foi muito revelador ver o que diziam alguns, os mesmos que antes elogiavam em força..Ridículo, acredita.
Mas foi pedagógico observar as costas dos outros, sabes?
Abraço
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 19:55

Gostei muito.
Não podemos, mesmo, deixar-nos inebriar por elogios fáceis pois, com a mesma facilidade, eles se transformam em punhais apontados.
A natureza humana é mesmo assim: o nosso ponto de vista é limitado e o alcance da nossa visão é curto.
Beijinho.
excessiva a 14 de Agosto de 2011 às 22:10

Curto? Curtíssimo.
pior mesmo só a incoerência que leio por todo o lado...
Abraço de bom Agosto para ti
Marta M
Marta M a 18 de Agosto de 2011 às 19:58

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO