Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

Quem me conhece mais de perto, sabe do meu fascínio pela filosofia Cristã (e sublinho Cristã e não especialmente a doutrina católica).

Jesus Cristo foi um radical e, provavelmente, um dos primeiros humanistas cuja voz foi ouvida e seguida por milhões dando origem à nossa civilização tal como hoje a conhecemos.

A mensagem de Jesus, absolutamente revolucionária para a época, ainda hoje fascina e se mostra intemporal e fundadora de uma mentalidade que nos tem permitido coexistir...Mais ou menos pacificamente.

Nessa linha, esta passagem bíblica é recorrentemente invocada por mim, principalmente junto aos meus filhos e alunos:

      "No capítulo 8 do Evangelho de João narra que Jesus foi para o monte das Oliveiras, e, pela manhã cedo, voltou para o templo, e todo o povo vinha ter com Ele, e, assentando-se, os ensinava.
E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério. E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando, e, na lei, nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?
Isso diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.
E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se e disse-lhes: Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.
Quando ouviram isso, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficaram sós Jesus e a mulher, que estava no meio. E, endireitando-se Jesus e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão àqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?

E ela disse: Ninguém, Senhor.

E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te e não peques mais."

Meus amigos, sem falsos moralismos, gosto desta passagem - e muito.

Porquê? Porque entendo que tudo é relativo e não se pode condenar nada, nem ninguém? Não. Ao contrário, considero a impunidade um dos maiores males dos tempos que correm...

Portanto, condeno e levanto a minha voz sempre que tal se mostra necessário e certo. Sempre que o condenável ou o incorrecto se instala e entendo ser minha obrigação pedagógica, opor-me.

Mas esta passagem mostra um caminho e uma orientação que me esforço por seguir e respeitar, mesmo que por ela, seja apenas mais suave na crítica e mais activa na compreensão.

E acredito que todos merecem uma chance para dizer de suas razões ou para mostrar o seu ponto de vista.

O Dr. Fernando Nobre provocou uma certa desilusão em mim, é verdade. É verdade também que lhe vislumbrei uma fragilidade e, até, diria uma certa ingenuidade que antes não vi...

É certo que não voltará a colher o meu voto, mas conta ainda com a minha imensa simpatia pessoal, alicerçada no seu currículo pessoal de entrega que as dezenas de missões ao redor do mundo, em prol dos outros, demonstram à saciedade e que nenhuma mudança de ideias, infeliz no caso, apagará.

Sou de história amigos e, para mim, o currículo ou o testemunho da vida de cada um, conta.
Ao responder a alguns comentários no post anterior fui dizendo o que penso sobre esta polémica.

Quero apenas sublinhar algo que me ficou ontem da sua entrevista à RTP e que me deixou a pensar:

-"Gosto de fazer esta comparação para que entendam a minha decisão de encontrar forma de servir Portugal.

Eu sou como aquele que, assistindo em grupo à tentativa de fazer sair um carro de um lamaçal, enquanto uns gritam como "treinadores de bancada" a que se acelere; se desacelere; se meta a 1ª; a 2ª; a ré; se coloque um barrote...

Pois eu sou aquele que, se descalça, mete os pés na lama e tenta, empurrando, ajudar o carro a desatolar-se."

 

A imagem é forte amigos. E faz pensar.

A mim, especialmente, que gosto de parábolas.



publicado por Marta M às 18:02
OLá Marta! Maravilhoso post vim só deixar um beijinho e agradecer a sua presença e as palavras de amizade mas não pude deixar de ler e verificar que estou em sintonia consigo e que muitas vezes os "treinadores de bancada" só atrapalham, porque as obras depois ficam para serem vistas, a ver vamos do que será capaz o Dr. Fernando Nobre um homem que na sua "área" tem muito valor . Por vezes ´emesmo preciso sujar as mãos, que o carro desatole e Portugal possa singrar Obrigada. Bjs
omeueudepapel a 18 de Abril de 2011 às 18:49

Olá Fátima.
Obrigada eu pela visita, também.
Sim, o carro está mesmo "atolado" e,se ele se propõe ajudar, façamos o "esforço"e demos-lhe o benefício da dúvida.
Alguma coisa tem que resultar neste país, senão...
Abraço e Boa Páscoa
Marta M
Marta M a 21 de Abril de 2011 às 21:18

Olá marta
Eu não vi a entrevista, mas realmente essa frase dele dá que pensar.
Ainda assim estou tão desiludida com os políticos , que continuo a achar que é tudo a mesma coisa.
Das duas vezes que o FMI veio, não se aprendeu nada...será que desta vez será diferente?
Queria tanto ter esperança no futuro...
Quanto à passagem da Bíblia .também eu penso dessa forma.
Beijinhos e uma semana maravilhosa
geriatriaaminhavida a 18 de Abril de 2011 às 18:58

Olá Amiga cuidadora ;)
Percebo a tua desilusão e subscrevo-a, e tenho dias em que me permito desacreditar...Mas depois que réstia de esperança sobra?
prefiro dar-lhe o benefício da dúvida, mas não mais o meu voto ...
Abraço grande e Boa Páscoa para ti e para os teus
;)
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 16:47

eu nao vou comentar politica marta
porque sou pouco entendida
mas como catolica, e cristã...sem achar qu falo mal?
eu concordo imenso c essa passagem da biblia
atire a primeira pedra quem nunca pecou
acho que todos se irao afastar
e concordo em absoluto que os que estao na plateia,por mais vontade que teem em ajudar,so os que se metem no terreno e que ajudam de facto
bjinhos e continuaçao de boa semana
luadoceu a 18 de Abril de 2011 às 19:02

Olá Lua.
Ainda bem que nos entendemos.
Quanto à política amiga, podemos não querer saber dela, mas ela quer sempre saber de nós e tem impacto profundo na nossa vida..
Não há como fugir-lhe ;)
Espero que o teu marido esteja melhor (sim, eu acompanho a tua escrita, ainda que nem sempre comente!) e que tenhas uns dias bem passados nesta quadra ;)
Abraço
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 16:49

Minha amiga, como sempre disse eu não percebo nada de política,contudo admiro bastante o Dr. Fernando Nobre.
Hoje ao ler o seu post pensei: se eu soubesse como, diria exactamente a mesma coisa, gostei.
Um beijinho grande
Rosinda
Rosinda a 18 de Abril de 2011 às 22:03

Querida Rosinda:
Ainda bem que me entendes e que te dispões a falar comigo sobre este tema, sabendo eu da tua aversão por estes assuntos, só tenho a agradecer-te a visita e o acrescentar de uma ponto de vista.
Havemos de consertar qualquer coisa neste mundo antes de partirmos, não achas?
Boa Páscoa amiga ;)
Abraço grande
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 16:52

É engraçado como publicamos temas sobre o mesmo assunto...
Também eu fiquei sem saber o que pensar quando li a entrevista de Nobre ao Expresso. Condenei, critiquei, evitei escrever o que pensei "a quente", no dia e nos dias que se seguiram, para não me sair um texto muito cáustico.
À luz da filosofia cristã em que te inspiras tudo faz mais sentido.
A parábola realmente faz pensar. Estamos num tempo em que mais do que as palavras precisamos de actos: de coragem, de ousadia, de ingerência contra o status quo.
Julgar é uma perda de tempo.
Boa semana (de férias...)
teoriasdacosta a 18 de Abril de 2011 às 22:24

Paula:
Sim, a parábola faz pensar e perspectivar o benefício da dúvida que nos devemos...
Neste processo encontrei uma certa "vaidade messiânica " no Dr. Fernando Nobre que, antes, não me parecia tão evidente...
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Paula: <BR>Sim, a parábola faz pensar e perspectivar o benefício da dúvida que nos devemos... <BR>Neste processo encontrei uma certa "vaidade messiânica " no Dr. Fernando Nobre que, antes, não me parecia tão evidente... <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Compreeendo-a</A> . Mas me parece que este caminho o leve lá, onde deseja. <BR>O meu voto perdeu-o, para governar os destino do país é preciso mais..mas não a minha confiança na sua boa fé. <BR>Aguardemos. <BR>Abraço grande minha amiga e Boa Páscoa <BR>Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 17:45

Um dia hei de perceber porque ocorrem estes erros!
Desculpa-me
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 17:45

Marta,
Até que em fim consigo conhece-la um bocadinho...
Beijinho
Marcolino
Marcolino a 18 de Abril de 2011 às 22:34

Meu amigo Marcolino:
Logo eu que até sou acusada de ser sempre tão excessivamente transparente ?
Sou é cautelosa amigo e, muito, muito ponderada....E algo reservada, às vezes.
Mas quando me mostro, sou sempre eu, sem artifícios.
De coração aberto ;)
Boa Páscoa em paz meu amigo :)
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 17:36

Olá minha amiga venho desejar-lhe uma feliz e santa Páscoa com muita saúde paz e amor para si e todos os seus. Que Deus vos proteja sempre. Um bj
omeueudepapel a 20 de Abril de 2011 às 14:34

Obrigada Fátima!
O mesmo para sie para a sua família e que este seja um tempo em que possa desfrutar dos seus pais com mais tranquilidade e saúde ;)
Obrigda pelos votos e pela agradável visita.
Abraço grande
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 18:20

Obrigado Marta pela visita e pelo teu simpático comentário.
Gostei da diversidade de temas que tratas no teu blogue e passarei a ser uma visita regular deste teu espaço.
Beijinhos e boa Páscoa!
Lynce a 20 de Abril de 2011 às 17:33

Olá Lynce, seja bem vindo à tribo.
Obrigada eu pela visita e pelos votos de Boa Páscoa
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 18:21

Olá Marta!

Venho deixar-te aqui um "Olá" e um beijinho também.

Votos de Páscoa feliz.
Beijinhos e tudo de bom
Caminhando... a 20 de Abril de 2011 às 22:08

Olá Joana:
Muito obrigada pela disponibilidade na visita numa fase que, calculo, estarás muito tensa e ocupada.
Espero que tudo se resolva pelo melhor.
Abraço grande e Boa Páscoa
Marta M
Marta M a 22 de Abril de 2011 às 21:47

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
19
20
21
23

24
25
26
27
29
30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO