Domingo, 27 de Março de 2011
 
Se a oportunidade não bate, construa uma porta.
 (Milton Berle)
Ou uma janela.
Ou coloquem uma escada que nos permita vislumbrar um novo caminho...
O importante é rasgar os horizontes e propor alternativas para além de estafar e repetir o diagnóstico, uma e outra vez.
Como professora posso afirmar que sempre é possível inovar e acrescentar.
Quando se pede a uma turma de alunos que apresente um projecto, em trabalho individual ou de grupo, todos sabemos que surgirão surpresas e irão abrir-se caminhos que ninguém previra. Os alunos sempre nos surpreendem pela positiva, mesmo qua a maioria trilhe o caminho que se espera ou que outros trilharam antes..Há sempre um ou dois que, entre tantos que fazem exactamente a mesma coisa, encontram uma maneira de fazer diferente e, imensas vezes, melhor.
A partir daí, caminho aberto, servem de referência e inspiração e...Outros caminhos se abrem e novas ideias surgem.
E as possibilidades multiplicam-se.
É essa diversidade e essa liberdade criativa interior que faz da humanidade um conjunto fascinante e nos enriquece e nunca nos permite  verdadeiramente baixar os braços.
Nem desistir de mudar e de "consertar" este mundo, porque na verdade, como a História ensina, sempre se encontrou uma saída e se retomou a vida...
E foi graças a essa minoria, que se empenha, que insiste e acredita tanto nas suas ideias que as apresenta e dá a cara por elas, que ainda não chegámos ao fim da História como previra Francis Fukuyama.
Foi o que fizeram estes jovens, os mesmos que estiveram na rua em protesto no passado dia 12 de Março.
Sim, não ficaram pelo protesto, assumiram responsabilidades e querem fazer parte da mudança e dão o seu contributo.
Com frase interpeladoras e panfletárias como esta:"Não protestamos contra as outras gerações. Apenas não estamos, nem queremos estar à espera que os problemas se resolvam. Protestamos por uma solução e queremos ser parte dela."

Uma das responsáveis pela iniciativa, Paula Gil, esclarece que os documentos foram recolhidos durante a manifestação do passado dia 12 e são "a voz das pessoas em situação precária, do movimento Geração à Rasca". O dossier foi entregue em mãos, ao presidente da Assembleia da República, e reune todos esses contributos.

Brevemente (espera-se) a documentação estará disponível também em suporte informático e, online, na página da casa da nossa democracia.

Acredito que não haverá lugar a precisar mais de um refresh e de uma mudança de paradigma...  :)

Aposto na frescura e na energia que caracteriza a juventude e que faz imensa falta como elemento catalizador à geração que , como nós, já começava a duvidar que era possível fazer melhor.

Pelo menos, para já, propõem fazer diferente.

E qualquer mudança introduzida, pois....afectará o resultado final.

Aguardo :)



publicado por Marta M às 22:04
Querida Marta,
da sua janela, esta que aqui refere de forma tão convicta, também vejo o mundo à minha medida. Mesmo quando o sol nos encadeia a visão e, às vezes, nos cega em tantas direcções.
Obrigado por todas as partilhas, por também me ler e por nos fazer reflectir tantas vezes. Ainda que mais silencioso, passo sempre aqui.
Um abraço e boa semana
João Nuno
João Nuno a 28 de Março de 2011 às 03:19

João:
É bom saber que passa por aqui e me lê.
Um gosto :)
Abraço e obrigada pela visita
Marta M
Marta M a 31 de Março de 2011 às 18:50

Tenho lidpo e pensado sobre esta questão da geração à rasca e muito também no que tem circulado sobre "de quem é a culpa"
Mas, embora não consiga abster-me de críticas, a mim também como adulta e a tantos jovens que sabemos que se "encostam" à sombra dos problemas, para não dozer da bananeira que pode deixar de dar frutos, continuo a acreditar em muitos jovens, lutadores, exemplares, dinâmicos, que não desitem e lembro-me sempre de que o importante é não generalizar.
Mas cabe-nos a nós adultos também manter o exemplo de não desistência, apesar do direito a momentos de angústia.
Um abraço apertado, Marta
Sempre,
~Isabel
Isabel Maia Jácome a 28 de Março de 2011 às 19:52

Isabel.
Bom vê-la por aqui também :)
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Isabel. <BR>Bom vê-la por aqui também :) <BR class=incorrect name="incorrect" <a>SIm,os</A> momentos de angústia são incontornáveis... <BR>E também me permito tê-los.. <BR>Mais do que deveria. <BR>Mas já estivemos demasiadas vezes desse lado e agora...pois chegámos ao fundo e há que colocar as mãos na massa. <BR>E o exemplo sempre há de partir dos mais velhos que hão de saber "espicaçar" a força da juventude. <BR>Mesmo da acomodada :) <BR>Abraço <BR>Marta M
Marta M a 31 de Março de 2011 às 19:15

ólá Marta
como me aceitaste na tribo devo dizer que te adicionei, assim é mais fácil ir vendo as novidades. O meu pobre bloguito tem muito pouca coisa comparado com os vossos ...mas assim vou aprendendo. Já te tenho se não te importares. beijinho
tempovirtual a 29 de Março de 2011 às 22:46

Claro que é bem vinda/o
:)
Os blogs vão se desenvolvendo, ramificando, multiplicando.
Vai ser bom de acompanhar.
Irei visistar com frequência prometo :)
Abraço
Marta M
Marta M a 31 de Março de 2011 às 19:17

Olá Marta
Como sempre vem um texto cheio de esperança e optimismo a que já nos habituaste.
A juventude tem um manancial de ideias e talentos que quando encontram as pessoas certas podem gerar acções que mais tarde darão frutos.
Felizes aqueles que se cruzam no teu caminho porque decerto sentirão apoio, apreço, respeito, confiança e iniciativa, para que com a tua ajuda possam contribuir para mudar o mundo.
Sorte a dos teus alunos.

Beijos
Manu
Existe um Olhar a 30 de Março de 2011 às 08:37

Querida Manu :
É verdade amiga, procuro ser um ponto de abrigo para o optimismo.
Tenho os meus filhos e os meus alunos que precisam de ser "empurrados", por assim dizer.
Às vezes fico sem argumentos ou sem dados que sustentem esse sentimento. Mas depois penso que sempre se encontraram soluções e formas de contornar as situações. Mesmo as piores.
O entusiasmo resulta de procurar estar inteira me tudo o que faço.
De outra forma não consigo estar :)
Espero dar, de facto, um contributo válido para ajudar a construir um futuro melhor.
Abraço grato pela tua amizade e palavras gentis
Marta M
:)
Marta M a 31 de Março de 2011 às 21:23

Olá amiga vim deixar-lhe um beijinho. Temos que acreditar na juventude são o futuro. Bom resto de semana.
omeueudepapel a 30 de Março de 2011 às 22:16

Olá Fátima:
E eu agradeço a visita e os votos de apoio
:)
Os jovens são mesmo a grande reserva de esperança.
Abraço
Marta M
Marta M a 31 de Março de 2011 às 21:24

Olá Marta.
É isso mesmo. Os pequeno contributos contam, as pequenas mudanças fazem avançar, nem que seja pouco a pouco, o que importa é não ficar parado e não desistir.
Bjns
cuidandodemim a 31 de Março de 2011 às 12:59

SIm amiga:
Passo a passo, acertando algumas vezes, mas não desisitindo nunca...
Encontraremos a saída :)
Abraço
Marta M
Marta M a 31 de Março de 2011 às 21:25

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
16
17
18

20
21
22
24
25
26

28
29
30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO