Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

Do Egipto e do seu povo "que explodiu hoje de alegria" porque se sente livre, porque nunca desistiu, porque se instalou - contrariando nesse gesto toda a sua cultura pacífica e passiva - e acampou naquela praça cujo espaço se abriu ao mundo durante 18 dias e nos colocou a torcer por eles, como se a sua luta fosse a catarse da nossa própria revolta...

Sim, queria comemorar com este país que hoje inicia um processo muito complexo, mas de futuro, certamente, muito positivo da sua história comum!

E que desinstalou e interpelou o mundo árabe, o mundo ocidental, o mundo Judeu e a nossa própria consciência colectiva.

E queria ainda falar e sublinhar este movimento de cidadania que se foi fortalecendo e nunca mais foi possível parar até derrubar aquele que se instalara no poder sem ter ido a votos democráticos e limpos há demasiado tempo.

E tudo feito dentro de um certo civismo e urbanidade que, se calhar, não estávamos habituados por aquelas bandas...

E tanto, tanto havia a dizer...

Mas hoje, e nestes dias em que estive ausente do blog e das salas dos amigos, senti-me  como a imagem que ilustra este post: testes, reuniões, formação, aulas assistidas, avaliações, reuniões PIEF...E no tempo que sobrou...a família!

E não é possível dar resposta a tudo e tanto....

Desculpem...E não desarmem, ok?

:)



publicado por Marta M às 22:48
Marta,
Era ontem, dia 11 que devia ter comentado. Não foi possível.
Mas esta é uma data histórica para um Egipto livre ao fim de décadas.
Tal como ontem escrevia um jornal :" Ao 18º dia de protestos, com centenas de milhares de egípcios nas ruas, o presidente Hosni Mubarak abandonou o poder. A decisão chegou pela voz do vice-presidente egípcio Omar Suleiman. As ruas do Cairo explodiram de alegria".
O processo de transição será complicado. Não sei mesmo como o mundo árabe vai aceitar uma democracia. Normalmente nestes períodos de transicção ocorrem roubos, agressões etc.
Todavia a luta que travaram, sem nunca desistir naquela praça de e a mensagem que passaram ao mundo são um exemplo que ficará na história.
Que futuro? Que integração ? Que relações de cooperação entre o mundo árabe e o ocidental? O futuro o dirá.
Mas o que creio que todos desejamos é que o mundo caminhe para melhor, para resolver os seus conflitos e instalar a paz.
Abraço.

in-perfeita a 12 de Fevereiro de 2011 às 14:07

Obrigada, é esse o espírito.
E este movimento de contágio que parace imparável é assustador, porque se reconhece que esses movimentos ganham vida prórpria e tudo pode acontecer...
Mas prefiro pensar que o caminho há de desenhar-se pela positiva e pela consolidação das liberdades democráticas que hão de ser uma realidade também nesses países.
Espero que tudo esteja bem consigo :)
Abraço
Marta M
Marta M a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:45

Olá, Marta!
Como professora de história, sente melhor que todos nós esta transformação, sem precedentes, naquele espaço milenar!
Sigo, com alguma reserva, esta transformação politica, num país outroa escravizador de outros povos e, actualmente, feitos escravos dos seus dirigentes.
Não falo nas manobras de bastidores, cujos protagonistas, paises do ocidente regidos pela batuta dos Estados Unidos, para não tirar o valor, de movimento popular, que se pretende dar a este momento tão invulgar...!
Em fim, um gigantesto jogo de xadrês, manipulado por mentes, e mãos invisíveis...!
Abraço
Marcolino
Marcolino a 12 de Fevereiro de 2011 às 19:49

Marcolino:
Sim é um jogo de xadrez e estratégico, mas não isento de surpresas, poque pode tomar rumos muito inesperados...
Mas a alegria de poder dizer o que se pensa e de poder escolher que nos governa e de que forma o faz...Pois já é um passo em frente, não?
Abraço e ficamos aqui todos a torcerpor esse povo milenar :)
Abraço
Marta M
Marta M a 17 de Fevereiro de 2011 às 17:49

Olá Marta!
De certa forma, o que se passou faz-me lembrar Angola, a quando da sua libertação Nem sempre depois as coisas correm tão bem como seria de desejar... esperemos que sim.
Bejinho e resto de bom fim de semana
Rosinda
Rosinda a 12 de Fevereiro de 2011 às 21:12

Rosinda, amiga:
Imagino que nem todas as recordações que guarda desse tempo sejam simpáticas..
Mas a autonomia e auto-determinação dos povos é um passo inevitável na História da humanidade e é sempre uma questão de tempo até que se imponha.
Espero também que tudo se encaminhe de forma pacífica e democrática e que os excessos sejam controlados.
Todos por aqui torcem por eles, não é?
Abraço grande
Marta M
Marta M a 17 de Fevereiro de 2011 às 19:36

Olá Marta

Quero juntar-me ao teu regozijo pela vitória da luta do povo egípcio, pela coragem, capacidade de luta e pela bela lição que deram ao mundo, principalmente àqueles que ainda hoje continuam oprimidos e injustiçados devolvendo-lhes uma réstia de esperança.
A alegria continua no Cairo, mas há algumas nuvens que podem ensombrar essa alegria, uma delas é o poder militar que tomou conta do Egipto e todos desejam que hajam eleições livres e que os civis possam ter participação activa nos destinos do seu país.
Penso que muita água ainda vai correr, mas nós por cá vamos tendo esperança que mais um país descubra em paz a sua democracia.
Para ti espero que a guerra dos papéis acabe depressa e que possas disponibilizar mais tempo para ti e para os teus.
Eu por aqui continuo, com a amizade de sempre.

Beijos
Manu
Existe um Olhar a 13 de Fevereiro de 2011 às 18:15

Olá amiga.
Hoje começo a ver a secretária (e a agenda) menos atulhada..Mas a vida mais confusa...
O Egipto- uma promessa e um perigo, tens razão.
Nós a torcer por eles, e pelo seu exemplo, e a desejar que tenham a força e a orientação absolutamente vital para que não se afundem em extremos, nem se tornem reféns quer dos militares mal intencionados ou com lealdades mal direccionadas, quer dos oportunistas que sempre aparecem nestas horas...
Entretanto gostava de acrescentar horas ao dia,sabes como?
Abraço grande
Marta M
Marta M a 17 de Fevereiro de 2011 às 20:25

Olá Marta. Tanto havia a dizer sobre o que se passou no Egipto. Mas como dizes, a vida corre a mil à hora e o tempo é escasso. Passo apenas para deixar um beijinho e votos de uma semana mais calma...
cuidandodemim a 15 de Fevereiro de 2011 às 14:25

E corre, mesmo a mil...
Mas, mesmo que breve, há que experenciar a alegria e falar dela, ainda que brevemente.
Obrigada pela tua visita porque sei que teu tempo também é escasso :)
Abraço grande
Marta M
Marta M a 17 de Fevereiro de 2011 às 20:27

18 longos dias, em que não desistiram de lutar.
Foi uma agradável surpresa, o seu fim.
Bem, espero que que continuem pacíficos e que rapidamente o povo possa votar.
Desejo que os seus dias já sejam mais calminhos, com menos reuniões , menos papelada e já agora menos testes. os miúdos iam gostar!.
Beijinhos e uma óptima semana
geriatriaaminhavida a 16 de Fevereiro de 2011 às 19:41

Olá!
Sim o miúdos iam gostar :)
Mas tem que ser :)
Desculpa alguma desatenção, mas nem sempre chego a todos os lugares e amigos que devo.
Pelo Egipto, junta-te à tribo que está a torcer por eles.
E pelo seu exemplo.
Contágio, pelo que leio e escuto,não tem faltado.
Abraço
Marta M
Marta M a 17 de Fevereiro de 2011 às 20:29

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
24
25
26

27
28


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO