Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2011

Porque há dias em que nada nos sai de substância, mas outros parecem saber expressar a  palavra e os sentimentos do nosso coração melhor que nós, e se por cima o fazem de forma poética, pois...

Calo-me e  cedo hoje a palavra a Pablo Neruda, porque finalmente compreendo (e subscrevo) que é mesmo proibido:

 "Chorar sem aprender"....

A não ser assim, de que serviria então, tudo e o tanto que se passou?

 

É Proibido

É proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças.

É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer,
Abandonar tudo por medo,

(...)

Não transformar sonhos em realidade.
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
É proibido deixar os amigos

Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles.
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
Fingir que elas não te importam,

Não ter um momento para quem necessita de ti,
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
É proibido não buscar a felicidade,

Não viver sua vida com uma atitude positiva,
Não pensar que podemos ser melhores,
Não sentir que sem ti este mundo não seria igual."

Pablo Neruda



publicado por Marta M às 20:09
Querida Marta,
É proibido perderes esse sorriso bonito.
Belissimo o poema de Pablo Neruda. Há dias em que encontramos nas palavras dos outros aquilo que queremos expressar e não conseguimos.
E como eu costumo dizer pedimos emprestadas as palavras, o poema que se aproxima do que sentimos nesse momento.
É proibido não lutar pelo que se quer..
É proibido não sonhar...
É proibido chorar sem aprender...
Não é proibido e é bonito partilhar o nosso estado de espírito com quem nos lê.
Um abraço forte que te devolva o ânimo e a força.
in-perfeita a 13 de Janeiro de 2011 às 22:17

Olá!
Sim, o teu abraço virtual e as "proibições" que me endereçaste fizeram-me bem...
Porque estava, realmente, um pouco (ou melhor, muito) cansada nesta últimas semana. E, manter o sorriso, não foi fácil.
E não foi só de trabalho...
Abraço e obrigada pela tua visita e pelas tuas boas palavras.
Marta M
Marta M a 21 de Janeiro de 2011 às 20:52

Amiga Marta, também eu já escrevi no meu blog É PROIBIDO de Pablo Neruda e faz para mim todo o sentido.
Um beijimho
Rosinda
Rosinda a 13 de Janeiro de 2011 às 22:28

Rosinda:
Faz, faz :)
às vezes é preciso que nos lembrem que também temos direitos.
Abraço e bom fim de semana
Marta M
Marta M a 21 de Janeiro de 2011 às 21:46

Eu adoro ler Pablo Neruda. Cada texto, cada poema tem uma forte mensagem. É para mim, talvez o melhor em transpor isso para o papel.
Beijinhos e bom fim de semana
a 14 de Janeiro de 2011 às 10:38

Olá Fá!
Obrigada pelo sublinhado e por partilhares comigo este gosto por um poema que tive que repetir a mim mesma uma dúzia de vezes, só na passada semana...
Bom Fim de Semana
:)
Abraço
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 17:45

Ola Marta
Gostei mesmo do proibido do Paulo
Excelente, devia ser proibido deixarmos com responsabilidade, respeitabilidade, maturidade, deixarmos de sermos nos mesmos perante os outros, devia ser proibido deixarmos de fazer, de ser, de estar, de acontecer, de sonhar, de ter, de tudo em prol desta sociedade que de todo nao merece deixarmos de nos mesmos e de nos anular....................proibido deixar sobretudo de gostar dos outros tais como eles sao sem discriminar,sem contudo haver ofensas, falsas palavras e hipocrisias e outros assuntos que aí nos magoam e bem diferente.....proibido.....tanta coisa devia ser proibida, indo ao encontro sobretudo do possitivo
E tanto mais
Bonita mensagam a do Paulo
Palavras.....elas ha dem vir amiga
Bjinhos meus e da Bea
luadoceu a 14 de Janeiro de 2011 às 14:55

Olá Lua:
Sejas bem-vinda a esta tribo de amigos :)
Por entre proibições,devia também ser proibido os filhos não nos deixarem dormir,não?
:)
Espero que esteja tudo bem aí por casa!
Obrigada pela visita.
Abraço
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 19:03

Olá Marta
Há muitos anos conheci alguns dos poemas de Pablo Neruda e fiquei fã. Um deles era "Quem morre", embora há pouco tempo tenha ouvido dizer que não é dele, mas a certa altura lê-se:

"Morre lentamente
quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho,
quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho,
quem não se permite pelo menos uma vez na vida,
fugir dos conselhos sensatos..."
Foi este o bocadinho que escolhi para ti , e permite-me que te proiba de não seres feliz.

Bom fim de semana
Beijos
Manu

Existe um Olhar a 14 de Janeiro de 2011 às 21:45

Manu querida:
Fui criada assistindo in loco que era sempre possível ir atrás de qualquer sonho e ir , nessa certeza, sempre em frente...
Não posso dizer que foi bom, acredito que nem para os próprios.
Por isso,amiga,reguardo-me demasiado (eu sei) no seguro e no certo.
Provavelmente porque sei que a factura há de ser paga por alguém...Normalmente por mim.
Um dia falamos melhor, até porque eu sei que, em parte,não te falta razão.
Abraço grato
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 19:09

Em breves palavras Neruda faz um resumo do que nunca deveremos fazer, incitando-nos a fazer exactamente o contrário para que sejamos e tenhamos o que queremos na vida...
Bjns
cuidandodemim a 15 de Janeiro de 2011 às 08:00

Pelo menos, avisa-nos da necessidade de aprender com cada erro.
Necessariamente.
E não tropeçar na mesma pedra, não é?
Obrigada - a ti e a ele............:)
Abraço
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 19:16

Olá, Marta!
Deveria ter sido proibido, mal Deus criou este mundo de contrastes, a existencia de certas pessoas que quase obrigam os seus pares a chorar, devido aos seus temperamentos conflituosos e radicais.
A meu ver e sentir, foi a existencia de certas pessoas, na vida deste famoso Poeta, Pablo Neruda, que o levou a escrever este Poema...
Abraço
Marcolino
Marcolino a 18 de Janeiro de 2011 às 05:06

Marcolino:
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Marcolino: <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Sim,concordo</A> . <BR>E sim, devia ser proibido a alguém ter o poder de nos fazer mal... <BR>E no entanto, é tão fácil fazê-lo. Infelizmente. <BR>O pior de tudo, meu amigo, é que percebo que as pessoas mais difíceis e conflituosas, são sempre as mais infelizes e mal resolvidas, e projectam essa desarranjo para cima dos outros. <BR>No fim, a conflitualidades e espalha e espelha, fazendo todos menos felizes. Tornando-se, até, modo de vida.. <BR>Às vezes uma família inteira, por mais <BR>de uma geração... <BR>Daí o impacto do nosso comportamento nos outros, particularmente nas crianças, não é? <BR>Abraço grande <BR>Marta M <BR>Dificuldades de ir acertando, não é?
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 19:27

Marcolino:
Sim,concordo.E sim, devia ser proibido a alguém ter o poder de nos fazer mal...
E no entanto, é tão fácil fazê-lo. Infelizmente.
O pior de tudo, meu amigo, é que percebo que as pessoas mais difíceis e conflituosas, são sempre as mais infelizes e mal resolvidas, e projectam essa desarranjo para cima dos outros. ..
No fim, a conflitualidades e espalha e espelha, fazendo todos menos felizes. Tornando-se, até, modo de vida..
Às vezes uma família inteira, por mais de uma geração...
Daí o impacto do nosso comportamento nos outros, particularmente nas crianças, não é?
Dificuldades de ir acertando...
Abraço grande e grato
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 19:29

Olá amiga Marta!

Que bonita visão esta. Gostei imenso de a ler!

Um abraço grande e votos de semana feliz

Caminhando... a 19 de Janeiro de 2011 às 00:59

Joana:
É realmente bonita e muitíssimo sensata.
Obrigada pela visita e pelo carinho ;)
Abraço
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 19:32

olá amiga há um sorteio no meu blogue http://coisinhassobresaude.blogs.sapo.pt vai lá ver e divulga-o no teu blogue por favor,pois eu ainda não tive nenhuma participação.
gatinhafofa a 19 de Janeiro de 2011 às 20:20

Olá.
Já estive no seu blog e dou-lhe agora as boas vindas ao meu.
Boa sorte para o seu sorteio!

:)
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 21:43

muito obrigada por me desejares boa sorte para o sorteio, eu agradecia-te que o divulgasses para eu ver se aumentava o numero de participações. Só tenho duas até ao momento.
gatinhafofa a 22 de Janeiro de 2011 às 21:49

O sempre sábio Pablo Neruda que nunca nos cansamos de ler.
É um facto que temos a obrigação de aproveitar a dádiva da vida e vivê-la intensamente. Proibido desistir !
sweet-moments a 20 de Janeiro de 2011 às 15:31

Olá!
Sejas bem vinda a esta tribo de pessoas que falam e...aprendem umas com as outras.
Acredito nisso :)
Sim, é verdade, temos mesmo que aproveitar esta viagem única, só que levamos tempo a entender como.
Lá chegarei, espero.
Abraço
Marta M
Marta M a 22 de Janeiro de 2011 às 23:12

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21

23
24
25
27
28
29

30
31


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO