Terça-feira, 04 de Agosto de 2009

 

 

Quando se assistem a exemplos negativos, normalmente também a propósito de tudo e de nada, seja de uma notícia de má prática na administração pública ou social, seja pela condenação de um qualquer político, o rol de lugares comuns pela negativa lá vem: “que já sabe, são todos iguais”; “que ainda conheço quem faça pior”; “que fulano e sicrano já me contaram pior”…
Maus exemplos não faltam.
Quem não conhece uma dúzia deles?
Depois o assunto termina com o habitual encolher de ombros- nada a fazer!
É quase sempre assim, nada se produz para além do apontar de maus exemplos. Até à próxima notícia pela negativa…
E o ciclo recomeça...
Sendo certo que coopero e apoio  toda vigilância social e legal que se exerça sobre quem tem responsabilidades públicas ou sobre quem as tem na sociedade, acredito que não basta condenar e perseguir os que prevaricam, é preciso dar visibilidade aos que agem pela positiva, é preciso elogiá-los em público igualmente.
E muitas vezes e por tudo e por nada também.
A não ser assim paralisamos no elencar de maus exemplos e fica tudo na mesma. Não se avança.
Laurinda Alves que leio e admiro como pessoa e cidadã empenhada, diz muitas vezes que "nada se constrói pela negativa"... É possivel discordar?
Recebi este vídeo de uma grande amiga, que mesmo no meio de período muito conturbado, com dificuldades pessoais e físicas, consegue manter intacta a sua humanidade e a sua surpreendente energia vital ao tempo que evidência e partilha com os seus amigos todos os bons exemplos que abundam por aí, mas que poucos reparam ou dão visibilidade. Ela repara  e partilha.
Acredito que tenta "semear", como eu, como tanta gente por este mundo fora, e assim alterar o resultado da "colheita". Que tenta  melhorar este mundo para nós e para os que virão depois de nós a que  precisam herdar bons valores e boas práticas.
Continuo aqui esta partilha e amplio-a na rede.
Há que manter limpa a estrada, deixar o bom caminho  visível, mesmo no meio dos maus exemplos (e por causa deles, principalmente) para que outros continuem a acreditar que os bons modelos também existem e também podem ser copiados
É o caso deste na Estónia que foi capaz de reunir tantos num esforço conjunto e coeso. E num só dia!
Aonde está escrito que não somos capazes de fazer o mesmo?
A mim inspirou-me.
Mais alguém?


publicado por Marta M às 20:31
Olá Marta

Adorei o video e é incrivel ver o que eles conseguiram num só dia, em meia dúzia de horas apenas. O ser humano quando quer tem uma capacidade enorme de ajudar e de cuidar do meio ambiente, pena é que no dia a dia perca pequenos hábitos como evitar poluir o próprio espaço. Fico doida quando vejo as pessoas mandarem as coisas para o chão, ou atirarem coisas dos carros, há coisas que não aceito e que me chocam muito.

Beijinho grande e continuação de uma boa semana
Sheila a 6 de Agosto de 2009 às 02:36

Olá!
Sim, calculo que este vídeo tenha a capacidade de despertar consciências mim sensibilizou-me muito, e fazer pensar que a mobilização é uma questão de se deitar mãos à obra.
É bom saber que existe muita gente empenhada em fazer deste planeta um lugar mais aprazível para se viver.
A praia tem estado boa?
Gosto da praia de manha cedo e ao fim da tarde.
Gosto muito de caminhar junto ao mar.
Continuação de merecidas férias!
Marta M a 6 de Agosto de 2009 às 17:22

:) Olá
Ontem e hoje não fui à praia, o tempo tem estado cinzento e frio. Tenho esperança que isto melhore, mas só ver para crer.
Ando desanimada confesso! Nunca imaginei que Coimbra tivesse tantos "avecs" nesta altura do ano... não conheço a nossa cidade nesta altura!
Vamos ver se as férias melhoram :) Há que acreditar que sim.
Também adoro caminhar junto ao mar... mas com uma filhota de 7 anos é tarefa impossível :)
Beijo grande e continuação de boas férias também para ti amiga :)
Sheila a 7 de Agosto de 2009 às 03:17

Bom dia Kathy!
Hoje quando vi o sol lindo que temos em Coimbra calculei que ficasses contente e que já rumasses à praia com a tua menina ;)
Quanto à nossa Coimbra de facto está invadida por espanhóis e "avecs" e condutores de fim de semana... fazem-nos falta os estudantes e o seu ar jovem e renovador,
Esta cidade, às vezes, parece uma aldeia em ponto grande.Que o digam as minha vizinhas que passam o dia à porta a controlar a vida alheia...Nem parecem que moram na cidade há anos.
Devem ter a vida muito vazia...
Se lessem um bom livro ao menos percebiam que o mundo tem mais interesse e mais variedade que a vida dos vizinhos
Passarei hoje no seu blog, já vi um texto que me agradou.
Até já!
Boa praia, calculo!
Marta M a 7 de Agosto de 2009 às 13:19

Temos que mudar muitas as nossas formas de estar na vida! Ganhámos o hábito de tudo apanhar para mal-dizer, a maledicência está-nos excessivamente presente. A mudança terá que ser no sentido – sem lirismos – de tentarmos ver que de facto, Pessoas há que cá dentro fazem “coisas” bem feitas, nas mais diveras áreas. Que são capazes, competentes e eficientes no que fazem. E se tivermos cuidado, se tivermos vontade, veremos em pequenos/grandes detahes Pessoas de tanto mérito a fazer tantas coisas tão bem feitas. Passa-nos ao lado, estamos demasiado formatados, para não querer ver essas evidências. Ainda vamos a tempo de mudar...dado ser necessário, conveniente, talvez indispensável, não continuarmos como estamos!
Augusto Küttner de Magalhães a 6 de Agosto de 2009 às 09:15

"estamos demasiado formatados" - essa é a grande questão tantas e tantas vezes. Nem sequer nos dispomos a pensar que é possível uma alternativa. É sempre mais fácil e usual, destruir.
Todos conhecemos os maus exemplos e até os sabemos apontar ao nosso lado, mas o mais importante é tentar ver mais além...
Nota: Tenho acompanhado os merecidos destaques aos seus comentários no jornal "i".
Parabéns, são merecidos porque apontam alternativas e não são nada "formatados" ;)
Marta M a 6 de Agosto de 2009 às 17:27

Marta

Obrigado, uma vez mais pela simpatia das Suas palavras.

Cada vez mais penso, que já não é a m/ geração que vai mudar actuando, mas pode ajudar “ajudando”, passando ideias, sem ter que as colocar em prática.
Estamos, nós menos jovens, numa fase de passar o testemunho, sem sair totalmente de cena, ficamos na retaguarda, só a dar “sugestões”.
E os mais jovens, podendo não ficar desde logo “formatados”, com bom senso, euducação e principios, imitem o que há de bom, inventem novas formas de não “formatar”, veja no Obama um exemplo.

Tenham vontade, de ser diferentes. E convençam-se que não é só o “aberrante” que cá se faz, também há muito, de muito bom.....

Um beijo

Augusto
Augusto Küttner de Magalhães a 6 de Agosto de 2009 às 22:47

Marta,
Não consigo ver vídeo mas só para agradecer a visita e saber que andei por aqui...
Abraço.
Nucha
Nucha a 6 de Agosto de 2009 às 19:35

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
18
19
20
21

23
24
25
27
29

30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO