Sábado, 31 de Julho de 2010

 

 

Inicio aqui um tema que retomarei algumas vezes sempre que me ocorrer, ou encontrar, uma boa ideia para mudar o mundo.

Sim, porque o mundo é o que FAZEMOS dele, não somos elementos passivos - ajudamos à sua construção.

Neste caso foram duas professoras da escola de Ocoee Middle School nos EUA que resolveram, na senda do sucesso internacional da música dos

Blak Eyed Pyes: " I gotta feeling",  trabalhar a letra no sentido de ela se anunciar como um convite à leitura e aos seus inegáveis benefícios.

Pedagogicamente irrepreensível, com uma letra cativante,  motivadora e jovem, os alunos da escola aderiram e levaram nesse dia um livro de casa (alguns terão estamos pela primeira vez na vida com um livro na mão, mais do 10m!).

Quem sabe alguns já olham para esse objecto "misterioso" com outro interesse?

Eu optimista militante e fervorosa defensora do poder transformador da leitura de bons livros, da educaçõ e do bom exemplo, subscrevo ;)

Ora ouçam ...

 

Nota: Concorri a esta iniciativa do Jornal "i", mais alguém tem boas ideias?

http://www.ionline.pt/conteudos/ideias_para_um_portugal_feliz.html

 



publicado por Marta M às 17:54
Olá Marta!
É óptimo tudo o que se faça para encentivar os jovens à leitura, pois infelizmente cada vez se lê menos.
Um beijo e bom Domingo
Rosinda a 1 de Agosto de 2010 às 08:39

Rosinda:
Foi o que pensei deste vídeo, está muito bem construído e, acredito, tem o poder de "despertar" aqueles jovens ;)
Os nossos também.
Abraço
Marta M
Marta M a 8 de Agosto de 2010 às 20:50

Ideias fantásticas. A do vídeo e a tua.
Acho maravilhoso que se incentive a leitura das crianças, afinal elas são os Homens e Mulheres de amanhã e nós queremos no mundo pessoas instruídas e sábias e os livros são um óptimo método para o fazer...
Bjns
cuidandodemim a 1 de Agosto de 2010 às 11:07

Amiga:
Os livros salvaram a minha vida e a minha saúde mental!
Por isso e pela gratidão que lhes tenho, e pelo potencial que pode acrescentar a todos, incentivo a leitura ;)
Abraço
Marta M
Marta M a 9 de Agosto de 2010 às 18:47

Senti um enorme contentamento ao ler este post concretizador de uma ideia que há uns tempos tenho no pensamento: A abordagem de temas que ajudem à construção de um mundo melhor. Até tinha comentado com a Nucha que devíamos fazer um blogue (e não sei se já existe) só com posts portadores de esperança, de histórias de vida motivadoras. Vi agora que surgiu um site http://www.boasnoticias.pt/ que já é um início, mas ainda não é bem o que tinha na ideia. Fiquei mesmo contente por teres iniciado este tema. E é uma maravilha esta iniciativa motivadora destas duas professoras. São realmente estes exemplos que nos dão alento e ajudam a caminhar. É deles que precisamos e de ti minha amiga que nos transmites este poder transformador e ajudas a que nos transformemos. Obrigada sempre!
Nota 1: Conheces o site http://www.happython.com/tradcontact.php?userlang=pt ? É que acho que és uma boa agente transmissora do vírus da felicidade...
Nota 2: Para a semana vou desconectar... Vou contagiada com o teu vírus... Abraço grande!
descobrirafelicidade a 1 de Agosto de 2010 às 12:05

Teresa:
Um gosto ler como entendes e aderes.
Já estou cansada de diagnósticos negativos , temos que ir também divulgando boas ideias, claro!
Os sites que indicas são um exemplo acabo (e refinado!) do que eu vou tentando fazer por aqui.
Gosto de divulgar boas ideias,mas adoro ao máximo quando elas se concretizam!
Boa férias para ti amiga.
Bem as mereces!

Abraço grande
Marta M
Marta M a 9 de Agosto de 2010 às 18:55

Olá Marta
Todas as estratégias são bem vindas quando se trata de incentivar a leitura, hoje tão ausente dos hábitos de muita gente.
Acho que a internet tem sido a causa de tanta abstinência literária, mas por outro lado tem o salutar benefício de divulgar o que de melhor se faz para minimizar este problema.A prova está aqui neste vídeo que divulgaste, um trabalho excelente com uma música apelativa e que pode sensibilizar a nossa juventude para o prazer de ler.

Beijos
Manu
Existe um Olhar a 1 de Agosto de 2010 às 20:55

Manu :
Tens razão (novidade ;)) em relação à internet, à televisão e a outras tecnologias que vão invadindo a nossa vida e atenção, acabando por preenche-la quase na totalidade...E o tempo a escoar-se...
O livro requer um tempo, uma pausa, não consegues ser um elemento passivo como na TV, ou com um vídeo...
Até a postura física e a concentração são exigentes.
Mas as recompensas são enormes e a fiablidade da informação presente num livro, dá-nos muito mais garantias, apesar das falhas conhecidas.
E ajuda-nos a sonhar, a perspectivar largamente e a relativizar o nosso canto...
A juventudo, os não-leitores nem imaginam o que andam a perder e isso tem que ser contrariado, não é?
Vamos fazendo o possível e passando a mensagem e contagiando pelo entusiasmo...
Só podemos fazer a nossa parte!
O resto não depende só de nós.
Obrigada pelo apoio minha amiga :)
Abraço grande
Marta M
Marta M a 9 de Agosto de 2010 às 23:59

Errata por causa de tanto calor
"FIABILIDADE"
Marta M a 10 de Agosto de 2010 às 00:05

Olá Dra. Marta. Começa a ser cada vez mais difícil comentar o que escreve, tal é a precisão, assertividade, profundidade e outros adjectivos que não estão ao meu alcance intelectual. Pois é certo que a maioria dos jovens não lê, não quer ler e, por vezes, não vê com bons olhos quem lê e gosta. Todas as iniciativas são louváveis para contrariar esta tendência e eu sei muito bem quem muito faz para isso. Que essa força interior nunca se desvaneça. Boas férias.
Joaquim Rodrigues a 2 de Agosto de 2010 às 21:47

Sr. Joaquim:
Ir mantendo intacta a minha força interior e não deixar que ela se corrompa pelo desacerto que assisto , é um trabalho diário.
Uma luta que, enquanto eu tiver forças para levar à frente - não desisto.
Incentivar a leitura por mais caras "desagradadas" que me façam é sempre um desafio ;)
Abraço e obrigada pela visita sempre tão agradável
Marta M
Marta M a 10 de Agosto de 2010 às 23:30

Olá, Marta!
O meu trabalho de casa já o fiz, incentivando meus filhos, desde tenra idade, a ler, herança recebida de meus pais, ainda em sua vida que, por seu lado, também fizeram o seu trabalho de casa, mas muitissimo bem!
Também tive a grande felicidade de incentivar, meus filhos, a serem criativos, isto é, inventava pequenas historinhas com dois animais domésticos que lhes iam abrindo os olhitos para o seu dia-a-dia.
Doei-lhes em vida esta benesse de Deus. A semente foi deitada à terra, mas numa terra boa e produtiva. A sua vez havia chegado!
Hoje, olho meus filhos e netos, reajo tranquilamente, em silêncio, ao vê-los tão interessados na leitura em livros de papel, apesar de serem cibernautas por excelência, mas com muita inteligência!
Nunca lhes recomendei temas nem autores para que lessem, o mais possivel, com grande interesse, nunca por obrigação. Utilizei o mesmo método dos meus pais.
Entendo que nós, pais, temos o dever, e a obrigação, de inculcal bons hábitos aos nossos vindouros, mas desde tenra idade pois, aquilo que nasce torto, muito tarde, ou mesmo nunca, se endireita...!

Gotta keep bloging...!

Abraço do

Marcolino
Marcolino a 4 de Agosto de 2010 às 00:13

Marcolino:
Gosto imenso quando partilha as suas experiências...Sabe sou de história e as memórias e o impacto da acção de cada um no mundo é algo que me fascina e intriga...
Para bem e para o mal,evidentemente .
Ter pais que lêem é um privilégio. O meu pai é assim, um autodidacta que sempre valorizou muito os livros, ainda que numa escolha demasiadamente fechada...Mas isso é outro assunto.
Hoje também eu faço a minha parte, em casa e na escola e os resultados vão timidamente aparecendo. Eu como acredito em evoluções lentas, mas consistentes, não desisto.
Adorei ler esta parte do seu comentário:"Hoje, olho meus filhos e netos, reajo tranquilamente, em silêncio"...
Esse orgulho silencioso e prazeiroso é tão recompensador, não é?
Espero um dia vivenciar esse sentimento ;)
Abraço grato

Marta M
Marta M a 10 de Agosto de 2010 às 23:39

Olá, Marta!
Este calor está-se impondo, como uma barreira, anti-criatividade. Mas também não me esforço, desliso na crista desta onda térmica, procurando não me deixar meter no tudo, para não derreter, por completo...!
Foi-se o belo do meu apetite. Instalou-se o fastio. Sinto-me compelido a beber água em abundancia, litros atrás de litros. Depois, ela tem que sair por algum lado, dado o seu excesso no meu organismo, até pelos poros da minha moleirinha, ela procura caminho, para regressar à natureza...!
A Marta escreveu que, «Esse orgulho silencioso e prazeiroso é tão recompensador, não é? Espero um dia vivenciar esse sentimento ;) », e acrescento que tudo isto, tem o seu timing certo. Sem nos darmos conta estaremos lá. Faz parte do nosso crescimento, da nossa maturação. Para quê ter pressa?!
A Marta é especializada em História. Confesso que sobre esta matéria sempre considerei a disciplina de História uma seca, uma fonte de desgaste, para os neurónios da minha memória. Sempre gostei de Geografia, conhecia todos os países do mundo, como se fossem Portugal. Hoje, navego pelo Google Earth. Cada clique do rato, uma nova aventura. Imagino-me numa nave espacial, só minha, vogando à volta da Terra. Aqui ou ali, paro. Olho. Desço; de tal forma o faço que até os nos das portas das cidades fotografadas, posso ver...
Recordo-me de seguir, num planisfério, que dependurei numa das paredes do meu quarto, a primeira volta ao mundo solitária, vivida por Joshua Slocum. Quando acabei de ler o livro tinha o planisfério, bem marcado, rigorosamente traçado, com a rota desta viagem. Que idade teria eu? 15/16 anos.
Repeti esta viagem com o GoogleEarth. Divinal...!!!
Olhe, Marta, tive sempre, mas mesmo sempre, tempo para tudo, até para ir fazendo asneiras, para cortar a «monotonia».
Mas este «defeito» entranhou-se-me de tal forma que, ainda hoje, tenho assunto diverso, para me entreter diáriamente, e ocupar, criteriosamente, os meus tempos de liberdade, e acção, de reformado!
Por hoje fico-me por aqui!
Abraço
Marcolino
Marcolino a 11 de Agosto de 2010 às 06:53

Precisamos de mais gente como tu. Continua e desculpa de aparecer sem ser convidada.
TiBéu ( Isa) a 4 de Agosto de 2010 às 10:13

Olá Tibéu!
Seja muito bem vinda a esta tribo :)
Já visitei o seu blog e acredito que se vai sentir bem por aqui pelo que já li ;)
Precisamos de gente apostada em dar o melhor de si, lá isso concordo contigo.
Procuro agregar energias e pôr as coisas a mexer.
Nem sempre resulta, mas faço a minha parte.
Obrigada pelas boas palavras e volta que sempre serás bem vinda!
Marta M
Marta M a 11 de Agosto de 2010 às 13:01

Olá Marta!
Vi este momento que mostras no video na televisão e achei genial. Cativanete sem duvida e como dizes "pedagogicamente irrepreensivel"!
Com vontade e querer podemos fazer e muito por este mundo.

Sabes Marta, o mundo fica mais rico e mais brilhante por ter-te nele!!

Abraço forte
Caminhando... a 4 de Agosto de 2010 às 23:41

Este "cativanete" foi optimo
Agora de forma decente: Cativante.

Querida Joana:
Sim, eu sei, a Oprah também referiu a iniciativa e deu-lhe a visibilidade que a fez chegar a nós.
Também gosto de a ver, embora cá em casa gozem comigopor isso:))
Abraço grande para ti
Marta M
Marta M a 11 de Agosto de 2010 às 15:02

Boa esta ideia. Nunca são demais para se incentivar as pessoas a ler... quando ler é um manancial de aventura e emoção. Um beijin ho grande.
FatimaSoares a 7 de Agosto de 2010 às 23:15

Fátima:
Imagino que uma escritora compreenda esta post em toda a sua essência.
Obrigada por estar aí, sempre atenta ;)
Marta M
Marta M a 11 de Agosto de 2010 às 15:51

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
24

25
26
27
28
29
30


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO