Segunda-feira, 28 de Dezembro de 2009

Aqui está ele: Novinho em folha e pronto a estrear...

 

 Tratado o  tema do Natal (sei que não a consenso de todos) mas na medida do que me foi possível...e honesto. Retomo o ao cumprimento dos rituais (?) e hoje venho falar do ano que se inicia e que, como sempre, vem cheio de possibilidades...

Olho para o calendário..Aqui está ele, novinho, à espera de ser desfolhado e...vivido.

Sendo um marco antropológico e cultural, a passagem de um ano para outro é comemorada em diferentes datas dependendo da cultura e do  local do planeta em que vivemos. Os chineses só o farão daqui a alguns meses, por exemplo. A nós, toca-nos agora.

No fundo, este ritual de passagem é algo que, à falta de melhor justificação, nos propomos e aceitamos como parte da nossa tradição. Renovar um ano, com doze meses completamente novos e ter esta sensação de estarmos a "recomeçar" é algo que ajuda e acrescenta esperança. Eu sei.

Sempre tive simpatia pela oportunidade de "recomeçar", de que sempre estamos em tempo de mudar ou corrigir o rumo.

Se o ano é novo, se existe um ritual de passagem que o sublinha e assinala, melhor.

E mais fácil.

Que desejo para este novo ano? Pouco. Sim pouco, porque há coisas e situações que não dependem de mim, sequer da minha vontade ou até, de tudo o que eu faça.

A vida/Universo/Deus hão de trazer-me alegrias e tristezas, acertos e erros - Só espero estar à altura de tudo e tanto que me for chegando. Quer valorizando a dimensão do Bom ou sobrevivendo com dignidade e acerto nas decisões ao menos bom...

Ambas situações me reconduzem à minha humanidade e, sei, me fazem crescer.

Já entendi isso.

Então se decisões de novo ano pouco resultam, que posso fazer de mais acertado neste final de calendário?

Balanços!

Se o ano foi bom? Foi e não foi...

Amigos partiram; ocorreram conversas improváveis e enriquecedoras; existiram discussões onde  foram ditas palavras boas e más; mesmo com o susto de ter tido que realizar uma biópisia incómoda, tive sempre saúde e os meus também.

Fui a Barcelona; o meu filho terminou o curso e começou a sua vida de trabalho com sucesso ;) ; a minha filha está mais aplicada e próxima ;) ; tive trabalho e sorte em tantos km de estrada; tive (mais uma vez) alunos que souberam reconhecer o meu esforço; tive colegas que se tornaram amigos; tenho novas e queridas amigas ;) que moram já, literalmente, no meu coração...

Tive, numa tarde cinzenta e fria da semana passada, as minha alunas do ano passado que, ao saberem por outra que me dirigia à escola para as visitar, sairam pelos portões da escola e subiram a Avenida que leva ao estacionamento, gritando o meu nome com os braços abertos..Quando chegaram a mim, já as lágrimas me corriam em fio ao tentar abraçar as 16 de uma só vez...; Tive o nosso conhecido C., que me disse:" Gosto mesmo de si stora..." (apesar de continuar algo complicado e sem estudar nada!).

Não valerão estes momentos, que levarei para sempre comigo, por tanto o que senti em falta no ano que passou? Não terei eu tido tudo o que precisava?

Se calhar tive. Se queria um pouco mais?

Queria, mas como já disse, provavelmente a Vida nunca corresponderá a tudo que eu quero, mas ao que eu preciso.

Todos os dias deste ano que finda, procurei, humildemente (e de forma serena) aceitar isso.

Fecho o ano ainda nessa aprendizagem...

;)

 

Nota: Ora aqui está uma boa teoria pela mão de Laurinda Alves, no Jornal i:

 



publicado por Marta M às 16:46
Querida Marta

Que bom foi ler-te e sentir-te um pouco mais. Boa também esta sensação de que temos algo novo para estrear, não?
O que te desejo minha amiga é que no novo ano sintas que as ofertas do Universo correspondam ao que mais que deseja o teu coração. E te sintas bem confortada no teu íntimo. Muita luz, paz, saúde e alegria também. Será desejar muito? Estou convicta de que mereces tudo isto e muito mais. Com muita amizade
descobrirafelicidade a 28 de Dezembro de 2009 às 18:08

Teresa:
Saúde e paz são dois pedidos absolutamente essencias, o resto (mesmo soando a frase batida...) vem por arrasto. Por isso se me desejas isso, e eu certamente o desejo para ti, então estamos a "oferecer" uma à outra o melhor que se pode ter ;)
Por outro lado, fico meio nostalgica/desconfortável nesta última quinzena do ano, desejo que passe depressa, percebes?
Abraço e vai dando notícias.
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 19:34

Marta,
Gosto sempre da ideia de recomeçar...recomeçar dá sempre a ideia de podermos fazer mais e melhor.
Confesso-te que não gosto de fazer balanços ou tenho medo deles para ser franca. Sabes porquê? Porque na minha balança as coisas boas pesam muito e às vezes até me assusto...depois as menos boas, se for possível esqueço (recordas a nossa conversa?). Com excepção das perdas que para mim continuam a ser irreparáveis. Apesar de tudo acho que posso agradecer por ter filhos saudaveis, os pais junto a mim, o meu marido, a minha irma e sobrinhos, os velhos e os novos amigos que já parecem velhos...ter descoberto outro modo de estar que me faz estar de bem comigo e com os outros.
Depois tento não fazer comparações porque senão fico triste...há gente em pior estado que nós, sempre (e os problemas de cada um têm o peso que têm para cada um de nós!) pois há!!!! E melhor também...
Percebes agora porque não gosto desta "economia"?
Deve ser porque não dou grande (ou nenhum, posso confessar-te!) significado ao ritual da passagem de ano.
Desejo-te um Ano repleto de coisas boas!Muito boas mesmo...
Abraço muito grande!!!!!!!!!
NUcha
Nucha a 28 de Dezembro de 2009 às 20:53

Nucha:
O teu entusiasmo militante e a tua energia são contagiantes. Fico sempre "energizada" com os teus comentários ;)
Percebo-te quando dizes que não gostas de fazer esta "economia", também eu (que preciso de as fazer periodicamente) quando acabei o "deve" e o "haver" andei a apurar incomodada o que escrever sobre o balanço...
Desejo-te, para já, o mesmo que à Teresa: Paz e saúde. ;)
Mereces e há muita gente a contar contigo.
Bom Ano ;)
Abraço grande
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 19:40

Dra. Marta:

Conforme que vou lendo e absorvendo as Suas reflexões , o seu saber (ou será o seu interior?) cada vez mais estou convicto que não estou à altura das comentar. Quase sempre me assaltam duvidas se o deverei continuar a afazer. Mas, o certo é que o que vou lendo me vai tocando profundamente, pena é que não possa dispor de tempo suficiente para este lado da vida (será que esta expressão é correcta?). Pois, começa um novo ano. Recomeça a mesma luta de sempre. Guerra que não conseguimos ver terminadas, injustiças que continuam e se agravam por interesses organizados. Vivemos o faz de conta no ensino, na justiça, no trabalho. Enfim ...no dia-a-dia. As coisas estão de tal modo encadeadas que é muito difícil recompormo-nos ao fim do dia. Como a compreendo. Do próximo ano nada espero de novo. Vou continuar a assistir a que os interesses pessoais se sobreponham ao bem-estar de todos, ao que é justo. isto porque o sistema está de tal modo enviesado que assim o permite . Actualmente quase ninguém reconhece esforço do outro, principalmente se, reconhecendo-o, o outro nos pode estorvar o bem-estar. Quero reconhecer o quanto é reconfortante ver dezasseis alunas a correr na Sua direcção. Também não resistia. Parabéns. Dói-me muito que não tenha ainda conseguido a estabilidade que precisa e merece para exercer a sua vocação: O ENSINO. BOM ANO. Esperamos que melhor que outros. Um abraço,
joaquim rodrigues a 28 de Dezembro de 2009 às 21:36

Sr. Joaquim:
Já se deu conta como escreve bem, de forma sensível e assertiva? Já lhe disse isso há algum tempo, não acreditou? Fez mal, actuo sempre com cortesia (é verdade) mas nunca digo algo que não pense, ou sinta.
Se deve continuar a comentar? Por favor, não deixe de o fazer - O blog ganha imenso com a sua contribuição.
As suas boas palavras são sempre bem vindas, e as críticas também, sublinhe-se ;)
Este é um blog "democrático" ;)
Quanto ao próximo ano..Que dizer? Se calhar tem que ser mesmo assim,um ano em cada escola..Um lugar de cada vez, aonde sou precisa e onde posso tentar fazer a diferença...
Prefiro pensar assim e até já me habituei (só estrada me custa cada dia mais...) descontando a saudade dos alunos que me foram marcando.
O ano melhor e mais estável? Veremos...Mas agradeço do coração os seus votos e desejo-lhe o mesmo que a todos os meus amigos: Saúde e Paz.
O mundo, vamos continuar a tentar melhorá-lo. O trabalho está longe de estar concluído...
Conto consigo para isso ;)
Abraço
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 19:54

Acho que de tudo o que nos pode acontecer de bom ou mau, o que retiramos disso, a aprendizagem, é sem dúvida o mais importante. Desejo que o teu 2010 seja ainda melhor que 2009 e que continues a aprender e ensinar muito, com o principal no coração, amor e carinho :)
Bjns
cuidandodemim a 29 de Dezembro de 2009 às 15:34

Olá!
E tu amiga que possas continuar com essa disponibilidade de coração que, como já afirmei inúmeras vezes, deve ser um bálsamo para aqueles que cruzam contigo no teu trabalho...
Bem-hajas pelo exemplo.
Saúde e Paz para ti também, minha amiga.
Abraço
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 19:57

Amiga Marta!
Durante ano é incrivel a quantidade de coisas que nos acontecem. Com tudo isto, a opção é mesmo aprender e crescer, tentado sempre melhor do que antes.

Parabéns pelo sucesso do teu filho e pelo empenhamento e proximidade da tua filha!!

Que este novo ano te traga o que de melhor há. Que continues a receber muito afecto e valorização.
Do fundo do coração desejo que o mundo seja justo e te sorria como bem mereces.

Um enorme beijinho e uma boa noite!
Caminhando... a 29 de Dezembro de 2009 às 23:45

correcção no fim da 2ª linha: "tentando sempre SER melhor do que antes"
Caminhando... a 29 de Dezembro de 2009 às 23:46

Joana:
A tua sensibilidade é sempre bem vinda;)
Alguém que me deseja " justiça" está a desejar que se concretize no próximo ano, um dos sentimentos que mais falta me fizeram no ano que passou...
Muito obrigada.
Do coração.
Saúde e paz para ti e obrigada pelo mail tão giro! Já o repassei...
Abraço grande
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 20:00

Passei para desejar um óptimo 2010, repleto de conquistas importantes! Obrigada pelas suas visitas ao meu cantinho!
Beijinhos
daplanicie a 30 de Dezembro de 2009 às 12:17

Olá!
Bem vinda sejas tu também
Conquistas: Desejo algumas..Espero mesmo que se concretizem.
Algumas pelo menos... ;)
O teu cantinho é um lugar muito agradável e tenho aprendido com ele, por isso, o agradecimento é meu.
Bom Ano para ti também.
Saúde e Paz.
Abraço
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 20:04

Olá Marta!
Aprendi que, aceitar tudo como inevitável, nos pode estar a privar de receber o melhor que Deus tem para cada um de nós!
Por vezes aprendemos que todas as respostas estão dentro de nós... acredite que esse é o lugar errado para começar a procurar as respostas. Devemos começar a partir de Deus, nosso Criador!
Feliz ano novo!
Maria Helena a 30 de Dezembro de 2009 às 18:25

Olá Helena:
Seja bem vinda ;)
Já visitei o seu blog e encontrei reflexões e temáticas que me interessam e que pretendo ir apreciando... São propostas importantes e profundas, sobre o melhor "encaminhamento" para o nosso coração/alma.
A filosofia Cristã perpassa de toda a sua escrita, por isso, com tal referência, conta desde já com as minhas visitas ;)
Quando a aceitar tudo como inevitável, não é bem assim, embora possa parecer...Sou uma lutadora nata e gosto de ter as "rédeas" da minha vida bem seguras. E de tomar as minhas decisões. Mas, há momentos em que me senti,nitidamente,levada...E alguns não correram mal, ao contrário...
Contradições da vida e da fé.
Falaremos mais vezes. Prometido.
Saúde e Paz para si também e
volte sempre que quiser ;)
Bom ano
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 20:13

obrigada pelas suas palavras.
gostei também da forma como escreve e do seu balanço 2009.
Ao ler o post, dei conta q é professora, que giro, a minha mãe também é ...
Bjs
S. a 30 de Dezembro de 2009 às 19:22

Olá!
Seja muito bem vinda - se filha de uma colega mais ainda ;) !
O seu balanço e aposta na renovação também me fizeram pensar. Aprende-se imenso na blogosfera e adoro explorá-la...
É precisa muita coragem para mudar tudo, não é?
Saúde e paz e seja bem inda à tribo!
Abraço
Marta M
Marta M a 30 de Dezembro de 2009 às 20:16

Olá!!!!
Adorei o teu blog!! ;)
Bom Ano Novo!!!! ;)
Bjs
http://belezaqb.blogs.sapo.pt/
Patrícia Sofia Ferreira a 31 de Dezembro de 2009 às 23:28

Amiga Marta!

Sinceros parabéns por este seu maravilhoso Hino à sua Vida!
Comoveu-me!

Abraço
Marcolino
Marcolino - Poetagens a 3 de Janeiro de 2010 às 03:41

Vejo o mundo, somo o que me acontece, vejo os outros, as minhas circunstâncias....Escolho caminhos e vou tentando ver o "lugar" dos outros
Afinal quem penso que sou..
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
29
30
31


Aviso:
As imagens que ilustram alguns posts resultam de pesquisas no google, se existir algum direito sobre elas, por favor,faça-me saber. Obrigada.
Lugares que Também visito ;)
http://optimismoemconstrucao.blogspot.com/ http://joaodelicadosj.blogspot.com/ http://theosfera.blogs.sapo.pt/
pesquisar neste blog
 
Contador de visitas ...
E neste planeta...

contador gratis
blogs SAPO